Publicidade

Correio Braziliense

Guedes: 'Estatais são como filhos que fugiram de casa e hoje são drogados'

Na avaliação do ministro, as empresas públicas deveriam ser privatizadas


postado em 08/02/2019 17:03 / atualizado em 08/02/2019 17:18

(foto: Mauro Pimentel/AFP)
(foto: Mauro Pimentel/AFP)

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que as estatais brasileiras são como “filhos que fugiram de casa e hoje são drogados”. Na avaliação dele, todas as empresas públicas deveriam ser privatizadas, mas esbarra na vontade do presidente Jair Bolsonaro de manter algumas consideradas essenciais. 

As declarações foram dadas durante evento sobre privatização no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). “Eu falava que tinha que vender todas (as estatais), mas naturalmente o nosso presidente, os nossos militares olham para algumas delas com carinho, como filhos, porque foram eles que as criaram. Mas eu digo, olha que seus filhos fugiram e hoje estão drogados”, disse. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

Durante o evento, Guedes não citou nomes das empresas, mas o governo já decidiu, que não venderá a Petrobras. O secretário de Privatizações, Salim Mattar, declarou que apenas a Caixa, Banco do Brasil e a petroleira não serão ofertadas no mercado. 

Guedes ainda ressaltou que os políticos já “perceberam” que buscar cargos em estatais para ajudar a financiar eleições não é interessante, porque o orçamento fica comprometido e não sobram recursos para governar. “A velha política morreu. As estatais não vão mais alimentar essas distorções na democracia. O modelo de política por votos mercenários acabou”, disse.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade