Publicidade

Correio Braziliense

Interessados em fábrica da Ford prometem preservar todos os empregos, diz Doria

Doria afirmou que tem rejeitado propostas de empresas que não se comprometem a manter integralmente a planta e os empregos


postado em 08/03/2019 13:56 / atualizado em 08/03/2019 15:13

Doria reforçou que a Ford se comprometeu a manter a fábrica ativa até novembro deste ano sem realizar demissões(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
Doria reforçou que a Ford se comprometeu a manter a fábrica ativa até novembro deste ano sem realizar demissões (foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
 

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou nesta sexta-feira, 8, que as três empresas interessadas em comprar a fábrica da Ford em São Bernardo do Campo se comprometeram a preservar a planta e os empregos integralmente. Estas empresas, todas do setor automotivo, já estão tratando diretamente com a Ford, disse o governador.


Doria afirmou que tem rejeitado propostas de empresas que não se comprometem a manter integralmente a planta e os empregos. Outras duas empresas chegaram a fazer consultas, mas foram rejeitadas por esse motivo.

A fábrica tem cerca de 3 mil empregos, dos quais 2 mil estão em risco com o fim da produção. Mil funcionários são do centro administrativo da Ford, que será mantido em São Bernardo.

Até o momento, apenas uma empresa se manifestou publicamente demonstrando interesse na fábrica, o Grupo Caoa, que produz veículos da Hyundai em Anápolis, Goiás, e tem uma rede de concessionárias que revende carros de várias marcas, inclusive a Ford.

Doria reforçou que a Ford se comprometeu a manter a fábrica ativa até novembro deste ano sem realizar demissões e disse que está "muito otimista" em achar um comprador "muito antes" desse prazo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade