Publicidade

Correio Braziliense

Ações da Boeing caem em Wall Street após acidente fatal na Etiópia

As ações caíram 12,26% no meio da manhã, derrubando Dow Jones, o principal índice da Bolsa de Valores de Nova York


postado em 11/03/2019 10:48 / atualizado em 11/03/2019 10:57

(foto: Oli Scarff/ AFP )
(foto: Oli Scarff/ AFP )

A ação da Boeing caiu mais de 12% nesta segunda-feira (11/3) nas negociações eletrônicas antes da abertura da sessão em Wall Street, afetada pela decisão de não utilização das aeronaves 737 MAX 8 na China e na Indonésia, um dia depois de uma queda desse tipo de avião na Etiópia.

 

As ações caíram 12,26% no meio da manhã, derrubando Dow Jones, o principal índice da Bolsa de Valores de Nova York.

 

Se esta tendência for confirmada na abertura, a Boeing terá perdido cerca de 30 bilhões de dólares em capitalização na bola em um dia, seu pior desempenho em uma sessão desde 17 de setembro de 2001 (na reabertura dos mercados após os ataques do 11 de setembro).

 

A Indonésia decidiu nesta segunda-feira  imobilizar seus Boeing 737 MAX, após anúncios semelhantes na Etiópia e na China. 

 

Um Boeing 737-800 da Ethiopian Airlines que estava voando de Addis Ababa para Nairóbi caiu na manhã de domingo logo após a decolagem, matando todos os 157 de seus ocupantes. 

 

O acidente no domingo é um novo revés para a Boeing. Um aparelho do mesmo modelo, versão modernizada do 737, um sucesso comercial, também caiu alguns minutos após a decolagem em 29 de outubro nas costas da Indonésia, uma tragédia em que 189 pessoas morreram. 

 

Uma das caixas pretas do aparelho da empresa indonésia Lion Air apontou problemas com o velocímetro.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade