Publicidade

Correio Braziliense

Podemos estar nas semanas pré-acordo com China, mas não há garantias, dizem EUA

A questão foi comentada no Comitê de Finanças do Senado nesta terça-feira, 12


postado em 12/03/2019 14:41 / atualizado em 12/03/2019 14:41

Robert Lighthizer, representante comercial dos EUA, durante pronunciamento na Casa Branca(foto: MANDEL NGAN)
Robert Lighthizer, representante comercial dos EUA, durante pronunciamento na Casa Branca (foto: MANDEL NGAN)

 

Representante comercial dos Estados Unidos, Robert Lighthizer afirmou nesta terça-feira que o acordo comercial com a China pode estar "nas últimas semanas", mas também ressaltou que continua a haver "grandes questões" a resolver entre as partes. A autoridade comentou o assunto em depoimento no Comitê de Finanças do Senado, dizendo que houve "progressos" no diálogo.

Lighthizer afirmou que "nossa esperança é que estejamos nas semanas finais antes de um acordo", mas complementou que não há garantias, citando questões que o governo do presidente Donald Trump ainda deseja acertar. Pressionado por senadores a dar mais detalhes sobre o andamento do diálogo, o representante comercial foi evasivo em alguns momentos, apontando que não pode negociar com outro país em público.

A autoridade disse ainda que a questão do câmbio é uma das pautas do diálogo com os chineses, bem como tecnologia e propriedade intelectual.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade