Publicidade

Correio Braziliense

Fiscalização de bagagens de mão começa no Aeroporto de Brasília

De acordo com as novas políticas de fiscalização, as malas que ultrapassarem as medidas máximas serão despachadas e o serviço pode ser cobrado do passageiro


postado em 25/04/2019 12:29 / atualizado em 25/04/2019 12:38

(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
As empresas aéreas brasileiras deram início neste mês às novas políticas de fiscalização das bagagens de mão em voos domésticos. A partir desta quinta-feira (25/4), quatro aeroportos começam a despachar as malas de mão que não se encaixem no padrão de tamanho. A medida será aplicada a outros aeroportos até o fim de maio. 

 

Nesses primeiros dias, apenas o Aeroporto Juscelino Kubitschek (Brasília/DF), o Afonso Pena (Curitiba/PR), Viracopos (Campinas/SP) e Aluízio Alves (Natal/RN) farão a triagem. Após 2 de maio, os aeroportos de Confis (Belo Horizonte/MG), Pinto Martins (Fortaleza/CE), Guararapes – Gilberto Freyre (Recife/PE) e Val-de-Cans – Júlio Cezar Ribeiro (Belém/PA) também começarão a fazer a fiscalização. (Confira cronograma abaixo). 

 

De acordo com a Associação Brasileiras das Empresas Aéreas (Abear), as malas de mão devem ter, no máximo: 55 centímetros de altura x 35 centímetros de largura e 25 centímetros de profundidade. Caso esteja fora do padrão, ela deverá ser despachada nos check-ins das companhias aéreas, estando sujeita a cobrança adicional — a depender do tipo de franquia contratado. O limite de peso é de 10 kg para voos com destino ou partida do Brasil. 

 

(foto: Reprodução/Abear )
(foto: Reprodução/Abear )
  

 

Orientações  

 

A Abear informou que desde de 10 de abril está com uma campanha de orientação aos passageiros em voos domésticos. No total, 15 aeroportos participaram dessa iniciativa. A ação terminará apenas em 8 de maio, sendo que, em cada aeroporto haverá um período de duas semanas para adaptação.

 

O procedimento corresponde à edição da Resolução n°400/2016, na qual as empresas aéreas podem vender passagens com diferentes tipos de valor, dependendo das bagagens.  

 

Cronograma  

 

10 de abril: Aeroporto Juscelino Kubitschek (Brasília/DF); Aeroporto Afonso Pena (Curitiba/PR), Aeroporto Viracopos (Campinas/SP), Aeroporto Aluízio Alves (Natal/RN)

Período de orientação ao passageiro: até 24/abril

Início da triagem: 25/abril

 

17 de abril: Aeroporto de Confins (Belo Horizonte/MG), Aeroporto Pinto Martins (Fortaleza/CE), Aeroporto Guararapes – Gilberto Freyre (Recife/PE),

Aeroporto Val-de-Cans – Júlio Cezar Ribeiro (Belém/PA)

Período de orientação ao passageiro: até 1/maio

Início da triagem: 2/maio

 

24 de abril: Aeroporto Santa Genoveva (Goiânia/GO), Aeroporto Salgado Filho (Porto Alegre/RS), Aeroporto de Congonhas (São Paulo/SP), Aeroporto RIOGaleão – Tom Jobim (Rio de Janeiro/RJ), Aeroporto Santos Dumont (Rio de Janeiro/RJ)

Período de orientação ao passageiro: até 12/maio

Início da triagem: 13/maio

 

8 de maio: Aeroporto Luís Eduardo Magalhães (Salvador/BA) e Aeroporto Internacional de São Paulo (Guarulhos/SP)

Período de orientação ao passageiro: até 22/maio

Início da triagem: 23/maio

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade