Publicidade

Correio Braziliense

Maioria acha preciso reformar a Previdência, mas poucos conhecem proposta

Segundo pesquisa CNI/Ibope, 59% dos brasileiros concordam que a Previdência deve ser reformada, mas só 36% disseram conhecer proposta do governo. Entre os que conhecem, 51% são contra


postado em 08/05/2019 10:17 / atualizado em 08/05/2019 12:51

(foto: Cícero/CB/D.A Press)
(foto: Cícero/CB/D.A Press)
A maioria dos brasileiros acredita que é preciso fazer uma reforma na Previdência, mas não conhece o teor da proposta enviada pelo governo ao Congresso Nacional. É o que mostra pesquisa encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) ao Ibope, divulgada na manhã desta quarta-feira (8/5).

Segundo o levantamento, 59% dos entrevistados disseram ver necessidade de mudança nas regras de aposentadoria, enquanto 36% são contra. Cinco por cento não souberam responder. Em relação ao conteúdo da proposta, no entanto, 36% disseram conhecer a proposta — 6% com amplo conhecimento do texto e 30% com conhecimento apenas dos principais pontos.

Apenas entre o grupo que disse conhecer o teor da proposta em discussão no Congresso, 51% são contra e 39% são a favor a proposta. A aprovação da reforma é maior entre os homens (63%), pessoas com ensino superior (68%) e os que têm renda superior a cinco salários mínimos (73%). Entre as mulheres, a reforma é aprovada por 54%. 

 

A pesquisa também mostrou que 83% dos brasileiros não estão dispostos a pagar mais impostos para manter o atual sistema previdenciário. Segundo o documento, 79% dos brasileiros sabem que as regras de aposentadoria não são iguais para todos, e 71% concordam que todos deveriam estar sujeitos às mesmas regras. 

 

Entretanto, quando questionados, a maioria (62%) concorda que as mulheres tenham normas diferentes das dos homens. Assim como também acreditam que os trabalhadores rurais, professores, policiais e militares tenham regras distintas. A pesquisa ouviu 2 mil pessoas em 126 municípios entre os dias 12 e 15 de abril. A margem de erro é de 2 pontos percentuais e o grau de confiança é de 95%. 

 

Idade mínima

Na pesquisa, 72% responderam que são a favor de uma idade mínima. Para 80%, as pessoas deveriam se aposentar com 60 anos ou menos, enquanto 19% acreditam que deveria ser com 61 anos ou mais. 

 

Concorda ou discorda que é preciso reformar a Previdência

59% a favor

36% contra

5% não sabe/não respondeu 

1% não discorda nem discorda 

 

Grau de conhecimento da proposta da reforma da Previdência

6% tem amplo conhecimento 

30% conhece os principais pontos

31% não sabe o conteúdo 

23% não sabe que o governo apresentou a proposta

10% não sabe/não respondeu 

 

Reforma apresentada pelo governo (considerando apenas pessoas que informaram conhecer a atual proposta)

39% a favor da reforma apresentada pelo governo

51% é contra 

10% não sabe/não respondeu 

 

Idade mínima

6% acredita que deve ser com 65 anos ou mais 

13% acredita que deve ser entre 61 anos e 64 anos 

33% acredita que deve ser entre 56 anos a 60 anos 

25% acredita que deve ser entre 51 anos e 55 anos 

22% acredita que deve ser com 50 anos ou mais 

1% não sabe/não respondeu 

 

Todas as pessoas deveriam se aposentar seguindo as mesmas regras?

53% concorda totalmente

18% concorda em parte 

1% não concorda, nem discorda 

14% discorda em parte 

12% discorda totalmente 

3% não sabe/não respondeu 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade