Publicidade

Correio Braziliense

Receita arrecada R$ 139,03 bilhões e tem melhor abril desde 2014

O resultado foi possível com o crescimento das receitas com 'royalties' do petróleo, que somaram R$ 11,03 bilhões em abril


postado em 23/05/2019 11:34 / atualizado em 23/05/2019 11:35

(foto: Fernando Lopes/CB/D.A Press)
(foto: Fernando Lopes/CB/D.A Press)
A arrecadação do governo federal de abril teve o melhor desempenho para o mês em cinco anos, segundo dados divulgados na manhã desta quinta-feira (23/5) pela Receita Federal. Os ganhos tributários foram de R$ 139,03 bilhões, o que corresponde a uma alta real — descontada a inflação — de 1,28% em comparação com o mesmo mês de 2018. 

O resultado foi possível com o crescimento das receitas com “royalties” do petróleo, que somaram R$ 11,03 bilhões em abril. O valor representa uma alta real de 30,98% em comparação com o mesmo mês de 2018. Enquanto isso, as receitas administradas pelo Fisco atingiram R$ 127,99 bilhões, registrando uma queda real de 0,34%. 

Os economistas ouvidos pelo Ministério da Economia estimaram que a arrecadação de abril ficaria em R$ 141,07 bilhões, segundo o Prisma Fiscal. Ou seja. o resultado ficou R$ 2 bilhões abaixo do que o esperado pelo mercado. 

O desempenho da arrecadação tem variado, de acordo com a atividade econômica. Em março, por exemplo, os ganhos tributários atingiram R$ 110,48 bilhões. De janeiro a abril, as receitas alcançaram R$ 524,37 bilhões, o que representa um aumento real de 1,14% em comparação com o mesmo período do ano passado. O acumulado do ano teve o melhor resultado arrecadatório desde 2014. 

A equipe econômica tem acompanhado os dados da arrecadação contingenciar o orçamento. Com a atividade econômica mais fraca do que o esperado, as receitas tributárias também têm um desempenho mais frustrante. 

Apesar disso, o governo federal deve cumprir a meta fiscal com facilidade. O Executivo tem aval para cumprir um rombo no orçamento de até R$ 139 bilhões em 2019. Resultado pior que este é crime de responsabilidade fiscal. No ano passado, o deficit foi de R$ 120 bilhões. Os economistas estimam que as contas públicas ficarão no vermelho em R$ 104,3 bilhões. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade