Publicidade

Correio Braziliense

Passageiros da Avianca vão de ônibus para show de K-pop em São Paulo

A viagem, para acompanhar a apresentação do grupo BTS, terá duração de cerca de 15 horas


postado em 24/05/2019 22:13 / atualizado em 24/05/2019 22:51

(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)

 
Em meio a suspensão das operações da Avianca, um grupo grande de passageiros com ingressos comprados para o show da banda coreana K-pop BTS, que se apresenta em São Paulo este final de semana, aceitou rapidamente a solução da companhia de acomodá-los em um ônibus. Em uma viagem que duraria em média uma hora e meia, os passageiros levarão até 15 horas para chegar ao destino. 

A jovem Isabel Bezerra de 25 anos, tinha o ingresso e passagens compradas desde março. "A questão foi que liguei esse mês duas vezes perguntando se estava tudo certo com os voos, fiz check in ontem e hoje no balcão do aeroporto me deparei com nessa situação. Não tinham mais voos disponíveis de nenhuma companhia e eles ofereceram um ônibus. Esperamos quatro horas para embarcar e agora estamos aqui, em uma jornada eterna.”, contou. 

Chateada com a situação, Isabel já aconselhou a mãe e a irmã que tinham passagens compradas para este sábado (25/5) a irem até a rodoviária para buscar passagens de volta em outra companhia "Eu não confio mais e com certeza com o ocorrido as outras companhias estarão com preço super alto. Eu não sei nem explicar a sensação, minha vontade mesmo era ficar em Brasília", lamenta. 

Fãs de todo o país esperam pelo show do grupo musical que é um fenômeno mundial que irá se apresentar pela primeira vez no Brasil, com a marca de primeira banda de K-Pop no topo do ranking de álbuns da Billboard.

Avianca 

A empresa aérea está em recuperação judicial desde abril e desde então os passageiros com bilhetes comprados da companhia vem sofrendo com o cancelamento de voos, ameaças de greves de funcionários e hoje suspensão integral das operações por ordem da Anac. A Avianca afirmou que continuará cumprindo a Resolução nº 400/2016 para atender aos passageiros, reforçando que atua na busca de soluções para restabelecer a sua operação.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade