Publicidade

Correio Braziliense

Seguradora Generali faz acordo bilionário com Novo Mundo

Parceria permitirá emissão de apólices de garantia estendida, entre outras


postado em 03/06/2019 06:05

São Paulo — A subsidiária brasileira Generali, parte de um dos maiores grupos globais de gestão de ativos e seguros, fechou parceria bilionária com o Grupo Novo Mundo, uma das maiores redes do país no segmento de móveis e eletrodomésticos. O contrato de 15 anos, assinado entre os dois precursores da garantia estendida no Brasil, prevê a geração de R$ 2,4 bilhões em prêmios, com antecipação de mais de R$ 120 milhões para investimento na distribuição de produtos.

A venda de apólices de garantia estendida, roubo e furto de celular, proteção financeira, seguro-medicamento, entre outros, será oferecida nos mais de 150 pontos de venda da varejista espalhados pelo Brasil. “Assumimos um namoro iniciado há dois anos”, afirma Cláudia Papa, vice-presidente da Generali no Brasil. “Espero que o casamento seja duradouro. É um significativo passo no mercado brasileiro de seguros em massa. Escolhemos a Novo Mundo pela experiência e solidez do grupo.”

A parceria se justifica para as duas partes envolvidas no negócio. A Rede Novo Mundo, com faturamento anual de R$ 1,5 bilhão, mantém forte atuação em regiões fora do eixo Rio-São Paulo, em que o crescimento econômico tem ficado acima da média nacional. A rede está presente nos estados de Goiás, Mato Grosso, Tocantins, Minas Gerais, Bahia, Maranhão, Pará, Amazonas e Roraima, além do Distrito Federal.

Atualmente, a Novo Mundo comercializa cerca de R$ 70 milhões com seguros. “Meu pai, Luziano Martins Ribeiro, abriu a nossa primeira loja em 1956, em Goiânia. Em 1998, fomos a segunda rede varejista a oferecer a garantia estendida em nossas lojas e, 21 anos depois, queremos fortalecer ainda mais o negócio”, diz Carlos Luciano Martins Ribeiro, CEO do Grupo Novo Mundo. “Por isso, fizemos a parceria com Generali, que está entre as maiores seguradoras da Europa.”

Segundo Cláudia Papa, da Generali, a empresa tem métricas bem definidas para medir o tamanho do avanço no mercado brasileiro. De acordo com a executiva, trata-se da área mais estratégica para o crescimento da Generali, que mantém atualmente cerca de 6 milhões de clientes.

Além da Novo Mundo, a seguradora tem parcerias com grandes empresas, como Vivo, TIM e Lojas Americanas, entre outras. Uma das apostas da Generali é ampliar a atuação no território brasileiro. “Vamos abrir o mercado do Centro-Norte para novos produtos”, diz Antonio Cássio dos Santos, CEO da companhia para Américas e sul da Europa.

No processo de negociações, José Guimarães, diretor do Grupo Novo Mundo, foi quem desenhou os detalhes da parceria. “Ela permitirá a venda de produtos de alta qualidade à região Centro-Norte, de grande crescimento econômico”, diz o executivo. Segundo ele, o início das operações conjuntas pode ocorrer num prazo máximo de 90 dias. Portanto, a operação deverá estar pronta no começo de setembro. “Vamos nos estruturar adequadamente”, diz Guimarães. “A parceria deverá gerar excelentes resultados para as duas empresas.”

A Generali tem longa trajetória no mercado brasileiro. No país há 94 anos, a empresa cresceu com modelo de negócios tradicional, que consistia em vender apólices apenas por meio de corretoras. Em 2016, decidiu investir em parcerias com empresas de outros setores, iniciativa que se revelou acertada. A primeira parceria foi acertada com o banco BMG. O próximo passo da seguradora é oferecer produtos voltados para clientes que preferem comprar por meios digitais, estratégia com enorme potencial de crescimento.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade