Publicidade

Correio Braziliense

Mão de obra e materiais desaceleram inflação da construção no IGP-10, diz FGV

Indicadores passaram de 0,47% para 0,07%


postado em 14/06/2019 12:21 / atualizado em 14/06/2019 12:21

(foto: Lucas Pacífico/CB/D.A Press)
(foto: Lucas Pacífico/CB/D.A Press)
Os aumentos mais brandos tanto nos custos de materiais quanto nas despesas com mão de obra desaceleraram a inflação da construção dentro do Índice Geral de Preços - 10 (IGP-10) de junho, segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV).

O Índice que representa o custo de Materiais, Equipamentos e Serviços passou de uma alta de 0,47% em maio para um aumento de 0,07% em junho.

Os gastos com Materiais e Equipamentos avançaram 0,06% em junho, enquanto os custos dos Serviços tiveram elevação de 0,09% no mês.

Já o índice que representa o custo da Mão de Obra cresceu 0,02% em junho, depois de um avanço de 0,18% em maio.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade