Publicidade

Correio Braziliense

Tuíte de Trump anima Bolsa de Valores e marca queda do dólar

Ibovespa encerrou o pregão próximo dos 100 mil pontos, 99.404, com alta de 1,82%


postado em 18/06/2019 22:19

(foto: MANDEL NGAN / AFP)
(foto: MANDEL NGAN / AFP)
O cenário externo favorável ditou os passos do mercado. As declarações do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, no Twitter, de que havia conversado com o presidente chinês Xi Jimping, sinalizando uma melhora nas relações com o país oriental, foram determinantes para que o Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo (B3) encerrasse o pregão próximo dos 100 mil pontos, 99.404, com alta de 1,82%. O bom humor atingiu também o dólar que se desvalorizou 1% ante o real, fechando cotado a R$ 3,86.
 
     Para Álvaro Bandeira, economista-chefe e sócio do Modal Mais, o tuíte de Trump direciona positivamente para entendimentos entre as duas potências. Os dois líderes mundiais tem encontro marcado na reunião da cúpula do G20, na próxima semana, no Japão. 
 
      Também influenciou positivamente o mercado as declarações do presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, sobre estímulos adicionais caso a Zona do Euro não melhore. Ele afirmou que o BCE está disposto a usar todos os meios disponíveis, incluindo corte nas taxas de juros para alavancar a economia da região. 
 
      Internamente, foi bem recebida a afirmação do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, na noite de segunda-feira, de que está trabalhando para que o texto da reforma previdenciária volte a incluir estados e municípios.
 
*Estagiária sob supervisão de Rozane Oliveira

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade