Publicidade

Correio Braziliense

Evento do Correio debate os 25 anos do Plano Real; inscreva-se

Além das questões macroeconômicas, serão debatidas as novas relações dos brasileiros com o dinheiro. A ideia é mostrar como as gerações mais jovens estão tirando proveito da tecnologia


postado em 22/06/2019 08:00 / atualizado em 22/06/2019 14:28

(foto: Daniel Alves/CB/D.A Press)
(foto: Daniel Alves/CB/D.A Press)

O sucesso do Plano Real é incontestável. Depois de tantos fracassos no combate à inflação, finalmente, em julho de 1994 foi lançado um conjunto de medidas que permitiram ao Brasil domar o dragão dos preços altos. A travessia da economia desde então será tema de debate promovido pelo Correio em 1º julho, quando a mais longeva moeda brasileira completará 25 anos. Será uma oportunidade não só para discutir os avanços trazidos pelo real, mas também para mostrar os caminhos a serem seguidos para que o Brasil retome o crescimento. Neste ano, a previsão é de que o Produto Interno Bruto (PIB) tenha avanço inferior a 1%.

A abertura do evento será feita pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, então ministro da Fazenda à época do lançamento do real. Ele gravou um vídeo exclusivo para o Correio. Também participará da abertura, mas presencialmente, o economista Pérsio Arida, ex-presidente do Banco Central e um dos pais do real. O seminário será dividido em três blocos, com o encerramento a cargo do economista Gustavo Loyola, que também presidiu o BC no momento mais importante da execução do plano econômico.

A lista de participantes inclui Cláudio Adilson, economista e sócio-diretor da MCM Consultores; Roberto Padovani, economista-chefe do Banco Votorantim; Fernando Honorato Barbosa, economista-chefe do Bradesco; Carlos Von Doellinger, presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea); e Tony Volpon, economista-chefe do Banco UBS.

Além das questões macroeconômicas, serão debatidas as novas relações dos brasileiros com o dinheiro. A ideia é mostrar como as gerações mais jovens estão tirando proveito da tecnologia. Aqueles que nasceram no pós-real sequer sabem o que é talão de cheque. As discussões serão lideradas pelo diretor de Organização do Sistema Financeiro e de Resolução do Banco Central, João Manoel Pinho de Mello; pelo economista Aldo Luiz Mendes, ex-diretor do BC; e por Carlos Augusto Costa, executivo da Fundação Getulio Vargas (FGV).

O seminário terá início a partir da 14h, com encerramento às 19h. As inscrições podem ser feitas, gratuitamente, pelo site do Correio. As vagas são limitadas.

  • Participantes
    Veja os palestrantes que já confirmaram presença no seminário sobre os 25 anos do real, das 14h às 19h

    Abertura
    • Fernando Henrique Cardoso, ex-presidente da República (por meio de vídeo)
    • Pérsio Arida, economista e um dos pais do real

    1º Painel
    • Cláudio Adilson, economista e sócio-diretor da MCM Consultores
    • Roberto Padovani, economista-chefe do Banco Votorantim
    • Fernando Honorato Barbosa, economista-chefe do Bradesco

    2º Painel
    • Carlos Von Doellinger, presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
    • Tony Volpon, economista-chefe do Banco UBS

    3º Painel
    • João Manoel Pinho de Mello, diretor de Organização do Sistema Financeiro e de Resolução do Banco Central
    • Carlos Augusto Costa, diretor executivo da Fundação Getulio Vargas
    • Aldo Luiz Mendes, ex-diretor do Banco Central

    Encerramento
    • Gustavo Loyola, ex-presidente do Banco Central

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade