Publicidade

Correio Braziliense

Caixa está reduzindo em 98% gastos com publicidade e patrocínio, diz Guimarães

Despesas no ano de 2018 chegou em R$ 1,1 bilhão


postado em 24/06/2019 17:12 / atualizado em 24/06/2019 17:12

(foto: Maurenilson Freire/CB/D.A Press)
(foto: Maurenilson Freire/CB/D.A Press)
Após despesas de R$ 1,1 bilhão em 2018 com publicidade e patrocínios, o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, destacou nesta segunda-feira (24/6), que os gastos do banco com as duas rubricas somaram apenas R$ 14 milhões no primeiro trimestre deste ano. "Estamos reduzindo em 98% os gastos com publicidade e patrocínio", afirmou.

Guimarães disse novamente que o banco buscará contratar 2 mil pessoas portadoras de deficiências em 2019, para que o porcentual de inclusão da Caixa passe de 1,6% para 4,0%.

O presidente do banco também prometeu continuar aumentando a participação de mulheres em cargos de chefia, como vice presidências e diretorias.

A Caixa anunciou nesta segunda-feira lucro líquido de R$ 3,920 bilhões no primeiro trimestre, alta de 22,9% sobre o mesmo período de 2018.

O resultado é atribuído pela administração a maiores receitas de prestação de serviços, redução das despesas de calotes (PDD), e estabilidade da margem financeira em relação ao primeiro trimestre de 2018.

No quarto trimestre de 2018, o banco público teve prejuízo de R$ 1,113 bilhão. O lucro recorrente ficou em R$ 3,870 bilhões, alta de 5,8% em doze meses e de 740,8% sobre o resultado de R$ 460 milhões no trimestre anterior.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade