Publicidade

Correio Braziliense

Latam terá mais três voos internacionais partindo de Brasília

Até o fim do ano, passageiros de Brasília não precisarão mais se deslocar para outro aeroporto a fim de chegar a três destinos da América do Sul: Chile, Peru e Paraguai. A rota para a capital chilena começa a ser operada em 15 de outubro


postado em 17/08/2019 07:00

Do Aeroporto de Brasília partem 40 voos para fora do país por semana, segundo a Inframerica(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
Do Aeroporto de Brasília partem 40 voos para fora do país por semana, segundo a Inframerica (foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
O Aeroporto de Brasília contará com mais três rotas de voos internacionais diretos a partir de outubro: para Santiago, no Chile; Lima, no Peru e Assunção, no Paraguai. A Latam, aproveitou a redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre combustíveis para expandir as operações para a América do Sul, a partir da capital.

“O combustível de aviação no Brasil é um dos mais caros do mundo. Medidas competitivas, como a redução do ICMS, são essenciais para viabilizar o desenvolvimento do nosso transporte aéreo com mais voos. Brasília é a segunda maior base de operações da Latam no Brasil, de onde decolamos voos diretos para outros 33 destinos”, afirma o CEO da companhia no país, Jerome Cadier.

Segundo a Inframerica, administradora do Aeroporto de Brasília, são realizados cerca de 40 voos internacionais por semana, para sete destinos. A Gol conta com voos para Miami, Orlando e Buenos Aires e, em junho, inaugurou a rota para Cancún. A Latam já opera para Buenos Aires e Punta Cana; a Copa Airlines, para o Panamá; a TAP, para Lisboa; e a American Airlines, para Miami. A expansão de novas rotas internacionais a partir de Brasília está nos planos dessas companhias.

O primeiro voo operado da lista de novos destinos será o Brasília-Santiago, em 15 de outubro, e as passagens já estão disponíveis para venda no site da companhia, com preço médio de R$ 1.944,59 (ida e volta) em três dias da semana, terças, quintas e sábados. Os com destino a Lima serão operados a partir de 14 de novembro; e os para Assunção ainda não têm data marcada, mas a aérea planeja iniciar a operação até dezembro.

A estudante Nathália Teles, 20 anos, comemorou as novas rotas saindo da cidade, já que reduzem os contratempos de quando o passageiro é obrigado a ir para outro aeroporto a fim de embarcar para fora do país. Na última viagem que fez para Santiago, nas férias de julho, teve problemas. “Na ida, o meu voo daqui de Brasília atrasou e cheguei em Guarulhos (SP) em cima da hora, por pouco não perdi o embarque. Na volta, peguei uma conexão de quase cinco horas, é uma experiência totalmente desagradável. Ficar horas e horas esperando, sem contar que a comida no aeroporto é muito cara. Os voos diretos com certeza vão melhorar muito essa questão de conforto”, afirmou.

* Estagiária sob supervisão de Rozane Oliveira

Os voos

  • Brasília-Santiago
    Início da operação: 15/10, todas as terças, quintas e sábados, saindo 20h05 e chegando a Santiago às 23h25. Nos mesmos dias, sairão os voos da capital chilena, às 12h55, com pouso previsto para 18h15.

    Brasília-Lima
    Início da operação: 14/11, todas as segundas, quintas e sábados, saindo de Brasília às 8h30, com chegada prevista em Lima às 11h06. Nos mesmos dias, sairão voos da capital peruana, às 00h06, com pouso previsto para 6h50.

    Brasília-Assunção
    Início da operação: até dezembro. Ainda não há detalhes sobre os voos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade