Publicidade

Correio Braziliense

IGP-M acumula taxa de inflação de 3,08% em 12 meses, diz FGV

A taxa é superior à registrada na segunda prévia de agosto, quando o IGP-M teve uma deflação mais intensa (-0,68%)


postado em 18/09/2019 08:50

Os dados foram divulgados pela FGV(foto: Arquivo/Agência Brasil)
Os dados foram divulgados pela FGV (foto: Arquivo/Agência Brasil)
O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), usado no reajuste dos contratos de aluguel registrou deflação (queda de preços) de 0,28% na segunda prévia de setembro deste ano. A taxa é superior à registrada na segunda prévia de agosto, quando o IGP-M teve uma deflação mais intensa (-0,68%). Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (18/9) pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

 

Com o resultado da segunda prévia de setembro, o IGP-M acumula taxas de inflação de 3,80% no ano e de 3,08% em 12 meses.

 

Segundo a FGV, alta da taxa da prévia de agosto para setembro foi provocada pelo aumento de dois subíndices. A taxa de inflação do Índice Nacional do Custo da Construção subiu de 0,15% na segunda prévia de agosto para 0,67% na segunda prévia de setembro.

 

Já a deflação do Índice de Preços ao Produtor Amplo, que mede o atacado, teve uma deflação mais moderada no período. Se na prévia de agosto registrou queda de preços de 1,11%, em setembro a deflação ficou mais moderada (-0,52%).

 

Por outro lado, o Índice de Preços ao Consumidor, que mede o varejo, teve queda na taxa, ao passar de uma inflação de 0,21% em agosto para uma deflação de 0,05% em setembro. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade