Publicidade

Correio Braziliense

BC decreta liquidação da Corretora Um, no dia em que ela completa 50 anos

Autoridade monetária anunciou liquidação extrajudicial da empresa, que já havia enviado convites para a festa de aniversário de meio século


postado em 20/09/2019 11:41 / atualizado em 20/09/2019 17:39

O Banco Central do Brasil decretou a liquidação extrajudicial no dia que a empresa comemora 50 anos(foto: Pedro Ladeira )
O Banco Central do Brasil decretou a liquidação extrajudicial no dia que a empresa comemora 50 anos (foto: Pedro Ladeira )
O Banco Central (BC) decretou a liquidação extrajudicial da Um Investimentos S.A. Corretora de Títulos e Valores Mobiliários. Justamente nesta sexta-feira (20/9), dia em que a empresa comemora 50 anos. A corretora enviou convites para uma celebração especial da data, no Viva Rio, às 21h. Mas não há motivos para comemorar. Em ato assinado pelo presidente do BC, Roberto Campos Neto, o órgão determinou a indisponibilidade dos bens de seus controladores e administradores.

Segundo o BC, a liquidação foi motivada pela “a grave situação patrimonial, as graves violações às normas legais que disciplinam a atividade da instituição, bem como a existência de prejuízos que sujeitam a risco anormal os seus credores”. A autoridade monetária informou que a empresa tem 7,5 mil clientes e administra 0,021% dos recursos geridos de terceiros no 2º trimestre de 2019. Procurada, a corretora não atendeu.

Fundada com o nome de Umuarama S.A. Corretora de Títulos e Valores Mobiliários em 1969, adotou o atual nome em 2008. Em 2015, transferiu sua carteira para a XP Investimentos. É controlada por Fernando Opitz e pelas empresas de participações FDJ Empreendimentos, Investplus Empreendimentos e Umuarama.

Pelo ato do BC, foi nomeado liquidante, com amplos poderes de administração e liquidação, Eduardo Felix Bianchini. Em outro comunicado, a instituição informou que, em decorrência da decretação da liquidação extrajudicial, além dos controladores diretos, os ex-administradores também tiveram seus bens indisponibilizados. 

A corretora e o controlador Fernando Opitz foram multados no ano passado pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) por exercício irregular de gestão de carteira entre 2009 e 2011 e por promover negociações para aumentar os ganhos com corretagem. Além de multas no total de R$ 2 milhões, os agentes envolvidos foram proibidos de atuar no mercado por cinco anos.

Leia abaixo a íntegra do decreto do BC, publicado também na capa do site da Um Investimentos.

“O Presidente do Banco Central do Brasil, no uso das atribuições que lhe confere o art. 12, inciso XV, alínea “a”, do Regimento Interno, anexo à Portaria n° 84.287, de 27 de fevereiro de 2015, com fundamento no arts. 15, inciso I, alíneas “a”, “b” e “c” e § 2º, e 16 e 52 da Lei nº 6.024, de 13 de março de 1974, considerando as graves violações às normas legais e regulamentares que disciplinam a atividade da instituição financeira, o comprometimento da situação econômico-financeira, bem como a existência de prejuízos que sujeitam a risco anormal seus credores, conforme consta do Processo Eletrônico nº 107163;

R E S O L V E :

Art. 1º  Fica decretada a liquidação extrajudicial da Um Investimentos S/A Corretora de Títulos e Valores Mobiliários, CNPJ nº 33.968.066/0001-29, com sede na cidade do Rio de Janeiro (RJ).

Art. 2º  Fica nomeado liquidante, com amplos poderes de administração e liquidação, Eduardo Felix Bianchini, carteira de identidade nº 5436983-6 – SSP/SP e CPF nº 096.514.621-91.

22 de Julho de 2019.”

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade