Publicidade

Correio Braziliense

BIF 2019 reúne representantes do governo e do setor privado em SP

Maior evento voltado à atração de investimentos da América Latina reuniu representantes de 56 países em reuniões e debates ao longo de dois dias


postado em 11/10/2019 19:14

Abertura oficial do Brasil Investment Forum 2019(foto: Divulgação)
Abertura oficial do Brasil Investment Forum 2019 (foto: Divulgação)
O Brasil Investment Forum (BIF), maior evento voltado à atração de investimentos na América Latina reuniu ao longo de dois dias, em São Paulo, cerca de três mil inscritos, entre representantes do governo e de empresas brasileiras e multinacionais de 38 setores. O fórum chegou ao fim nesta sexta-feira (11/10).

"O BIF se consolidou neste ano como um evento de grande relevância para aproximação entre o setor privado e o governo. Houve uma ampla agenda de reuniões paralelas em que se discutiram parcerias e iniciativas para melhorar o ambiente de negócios brasileiros. O debate nos painéis também foi de alto nível e mostrou o que vem sendo feito e os desafios que ainda existem para o desenvolvimento da nossa economia", ressaltou o presidente da Apex-Brasil Sergio Segovia.

O BIF foi organizado pelo governo brasileiro, por meio da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), do Ministério das Relações Exteriores e do Ministério da Economia, em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e contou com a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro, do presidente do BID, ministros e governadores.

Temas como a reforma no setor de energia, agenda de inserção internacional do Brasil, agronegócio, produtividade, futuro do trabalho, defesa, investimentos em infraestrutura, sistema financeiro, padrões internacionais de negócios, novas fronteiras tecnológicas, desestatização, simplificação tributária e o papel dos bancos multilaterais foram alguns dos assuntos discutidos.

Durante o evento, a Boston Scientific Corporation (BSC), empresa norte-americana fabricante de equipamentos e dispositivos médicos, anunciou o investimento em uma nova fábrica no Brasil, em Contagem (MG). 

O Ministério da Justiça e Segurança Pública firmou acordo com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) com o objetivo de impulsionar investimentos em segurança pública. O documento foi assinado no dia 10, pelo ministro Sergio Moro, pelo presidente do BNDES, Gustavo Montezano, e pelo presidente do BID, Luis Alberto Moreno durante o BIF 2019.

O acordo pretende estimular possíveis linhas de crédito para financiar programas e projetos, assim como fortalecer os mecanismos de planejamento, governança e gestão do Sistema Único de Segurança Pública (Susp).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade