Publicidade

Correio Braziliense

Caixa antecipa calendário do saque imediato do FGTS

Agora todos os não correntistas poderão sacar os R$ 500 ainda em 2019


postado em 21/10/2019 17:20

(foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)
(foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)
A Caixa Econômica Federal alterou nesta segunda-feira (21) o calendário do saque imediato do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para os não correntistas do banco. Agora, todos os que têm direito ao saque de R$ 500 por conta ativa ou inativa poderão sacar em 2019. O calendário anterior previa que os nascidos de julho a dezembro poderiam acessar o dinheiro somente em 2020. 

Na última sexta-feira (18), a Caixa liberou o dinheiro para os não correntistas nascidos em janeiro. Apesar da mudança no calendário, a data-limite para sacar o dinheiro do FGTS continua sendo 31 de março de 2020. Depois desse prazo, se o trabalhador não for sacar, o valor volta para a conta do fundo. No total, 62,5 milhões de pessoas não possuem conta na Caixa, que poderão sacar R$ 25 bilhões. A quantia já foi depositada até 9 de outubro para quem possui conta-poupança no banco.
 

Veja o novo calendário dos saques do FGTS para não correntistas da Caixa 

 

  • Nascidos em janeiro: a partir de 18/10/19
  • Nascidos em fevereiro e março: a partir de 25/10/19
  • Nascidos em abril e maio: a partir de 08/11/2019
  • Nascidos em junho e julho: a partir de 22/11/2019
  • Nascidos em agosto: a partir de 29/11/2019
  • Nascidos em setembro e outubro: a partir de 06/12/2019
  • Nascidos em novembro e dezembro: a partir de 18/12/2019
Quem tem a senha do Cartão Cidadão pode sacar qualquer valor até R$ 500 nas casas lotéricas e nos caixas eletrônicos. Os trabalhadores que não têm o Cartão Cidadão poderão sacar até R$ 100 nas lotéricas portando documento de identidade original com foto. Os saques acima desse valor devem ser feitos em uma agência da Caixa, também com um documento de identificação.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade