Publicidade

Correio Braziliense

Convenção de franquias debate inovação digital na Ilha de Comandatuba

Com o lema '''Velocidade, ação e inovação'', encontro reúne algumas das maiores franquias do país


postado em 23/10/2019 20:37 / atualizado em 23/10/2019 20:54

André Friedheim: ''As franquias desenvolveram maneiras variadas de chegar até o consumidor''(foto: Reprodução/ABF.com.br)
André Friedheim: ''As franquias desenvolveram maneiras variadas de chegar até o consumidor'' (foto: Reprodução/ABF.com.br)
A economia 4.0 é uma realidade para franqueadores e franqueados do Brasil. O termo, que diz respeito à utilização do ambiente digital para ampliar as vendas físicas, será o centro dos debates na 19ª Convenção da ABF do Franchising. Com o lema "Velocidade, ação e inovação", o encontro, que reúne 600 representantes de redes instaladas no país, teve início com um jantar nesta quarta-feira (23/10), na Ilha de Comandatuba (BA).

 

"As franquias desenvolveram maneiras variadas de chegar até o consumidor. Ou seja, o franchising tem uma vocação para a economia 4.0", afirma o presidente da Associação Brasileira de Franchising (ABF), André Friedheim. 

 

Para definir o novo momento econômico do setor, palavras como co-criaçao, ecommerce e delivery foram citadas. "Quem lançou delivery no Brasil foi o franchising. A gente está na nova economia e nós da ABF estamos totalmente prontos para surfar nessa era digital. Como o franchising em si se insere nesse novo contexto", apontou Friedheim no jantar. 

 

Para ele, o setor precisa mergulhar nas últimas tecnologias e abordagens e, talvez, desenvolver iniciativas que rompam as tecnologias já estabelecidas. "Nesta convenção, vamos beber na fonte de empresas nativas digitais, ter acesso ao conhecimento de uma das principais instituições de inovação do mundo e enfrentar questões urgentes para a manutenção do crescimento de nosso setor nos próximos anos", concluiu.

A convenção

Até sábado (26/10), as palestras e mesas redondas trarão temas como os novos formatos e modelos de mercado digital. Além de discutir os hábitos de um novo tipo de consumidor: o empoderamento gerado pela tecnologia, em especial o celular.

 

Os destaques vão para a experiência de empresas nativas digitais como a EBANX, debates sobre o futuro dos shoppings, design essencial, e-commerce, experiência do consumidor e a palestra de Nancy Giordano, da Singularity University, que falará sobre práticas transformacionais para alta liderança. 

 

*Estagiária sob supervisão de Roberto Fonseca. Ela viajou a convite da ABF

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade