Publicidade

Correio Braziliense

Após queda, inflação volta a acelerar em outubro, informa o IBGE

O resultado é o menor para meses de outubro desde 1998, quando ficou em 0,02%


postado em 07/11/2019 09:48

(foto: Vinícius Cardoso Vieira/CB/D.A. Press)
(foto: Vinícius Cardoso Vieira/CB/D.A. Press)

Após queda de 0,04% em setembro, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial, registrou leve alta de 0,1% em outubro. O resultado é o menor para meses de outubro desde 1998, quando ficou em 0,02%. Em outubro do ano passado, a alta foi de 0,45%

 

Os números foram divulgados nesta quinta-feira (7/11) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No acumulado do ano, o índice avançou 2,60%. A meta do governo para a inflação dd 2019 é de 4,25%, com margem de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo, entre 2,75% e 5,75%.

 

Já na variação em 12 meses, o índice mostra expansão de m 2,54%, ante os 2,89% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores à setembro. O avanço do IPCA foi segurado pelos três dos nove grupos pesquisados que apresentaram deflação. O destaque fica para para o recuo de 0,61% em Habitação, com contribuição dd 0,10 ponto percentual na taxa geral. 

 

Já entre as taxas positivas, Vestuário apresentou o maior crescimento, com 0,63%. Em seguida está Transportes, com alta de 0,45%, e Saúde e Cuidados Pessoais, com 0,40%. Após queda de 0,43% em setembro, o grupo Alimentação e bebidas, registrou ligeira alta 0,05%, contribuindo com 0,01 p.p.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade