Publicidade

Correio Braziliense

Gol faz proposta de reorganização societária da Smiles com troca de ações

De acordo com os termos propostos, cada ação ordinária da Smiles, ao fim da reorganização, representará 0,6319 ação preferencial da Gol e R$ 16,54; ou 0,4213 ação PN e R$ 24,80


postado em 09/12/2019 12:28 / atualizado em 09/12/2019 15:49

(foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)
(foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)
A Gol apresentou à sua controlada Smiles uma proposta de reorganização societária do grupo que prevê a incorporação das ações da empresa de programas de fidelidade pela companhia aérea, a fim de simplificar a estrutura acionária e assegurar competitividade de longo prazo, segundo fatos relevantes de ambas as empresas divulgados nesta segunda-feira (9/12).

De acordo com os termos propostos, cada ação ordinária da Smiles, ao fim da reorganização, representará 0,6319 ação preferencial da Gol e R$ 16,54; ou 0,4213 ação PN e R$ 24,80. Para determinar a relação de troca, foram considerados os valores de R$ 39,25 para a ação da Gol e R$ 41,34 para a ação da Smiles, de acordo com a companhia aérea.

Os acionistas minoritários da Smiles serão beneficiados na proposta de reorganização, segundo o vice-presidente Financeiro e de Relações com Investidores da aérea, Richard Lark.

"A transação representa prêmio significativo, de 30%, sobre preço atual para acionistas da Smiles, além de prêmio de 13% sobre o preço-alvo para os próximos 12 meses", disse executivo durante teleconferência com investidores, analistas e jornalistas.

Somado ao prêmio, Lark ressalta como benefício para os minoritários da Smiles a opção de escolha entre duas alternativas de pagamento prevista na proposta. "Assim, os minoritários terão participação no valor criado pela reorganização. O maior alinhamento de interesses do grupo é outro ponto que deve ter reflexos positivos para os minoritários. Também esperamos um maior volume de negociação na Bolsa", acrescentou.

A Gol solicitou que a administração da Smiles realize reunião do Conselho de Administração para tomar conhecimento dos termos da reorganização.

Também pediu à Smiles a contratação de empresa avaliadora até 18 de dezembro, conclusão de laudos de avaliação até, aproximadamente, 23 de janeiro de 2020 e agendamento de assembleia-geral da Smiles para decidir sobre a reorganização no dia 2 de março de 2020.

A companhia aérea espera concluir a operação até meados de abril de 2020. "Esperamos ter liquidado a operação até 13 de abril", disse Lark.

"A reorganização tem por objetivo assegurar a competitividade de longo prazo do grupo, através do alinhamento de interesses de todos os 'stakeholders', reforçando uma estrutura de capital consolidada, simplificando a governança societária do grupo, reduzindo custos e despesas operacionais, administrativas e financeiras", afirmou a Gol.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade