Publicidade

Correio Braziliense

Guedes: reforma administrativa busca valorizar quadro atual de servidores

''Queremos justamente que a opinião pública respeite o servidor que está atendendo bem e passou por uma avaliação'', diz o ministro


postado em 09/12/2019 17:42 / atualizado em 09/12/2019 20:13

(foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
(foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
O ministro da Economia, Paulo Guedes, alegou nesta segunda-feira, 9, que a reforma administrativa em estudo pelo governo virá no sentido de valorização do quadro atual do funcionalismo e da manutenção dos direitos adquiridos pelos servidores.

"Mas pensamos no futuro. Vamos continuar dando essa estabilidade de emprego para quem entrou há apenas um ano? E se for um mau servidor? Queremos justamente que a opinião pública respeite o servidor que está atendendo bem e passou por uma avaliação", afirmou.

Ele defende que a estabilidade não seja automática, mas conquistada pelo servidor após anos de boas avaliações no trabalho. "O funcionário tem que passar na peneira, ser bem avaliado, para não ficar com essa imagem que o servidor tem hoje na opinião pública. É um trabalho de reconstrução do País que envolve todas as dimensões", completou.

Guedes voltou a criticar o que chama de gigantesca máquina perversa de transferência de renda do Estado, citando o uso dos bancos públicos por governos passados para alavancarem determinados setores da economia.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade