Publicidade

Correio Braziliense

Brasil criou 115 mil postos de trabalho a mais em 2019 do que em 2018

Dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), que registrou 39 milhões de vínculos


postado em 24/01/2020 10:57 / atualizado em 24/01/2020 10:58

(foto: Ana Rayssa/CB/D.A Press )
(foto: Ana Rayssa/CB/D.A Press )
O Brasil encerrou 2019 com geração de 115 mil postos de trabalho com carteira assinada a mais que 2018, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério da Economia. Com isso, o total de empregos no ano passado chegou a 39 milhões de vínculos.

Todos os setores da economia registraram saldo positivo em 2019. O destaque do ano ficou com serviços, com a criação de 382.525 postos; seguido de comércio, com 145.475, e construção civil, com 71.115 novas oportunidades.


No mês de dezembro de 2019, ao contrário, houve contração no número de vagas, com saldo negativo de 307.311 postos, resultado de 990.848 admissões e 1.298.159 desligamentos. No mesmo mês de 2018, o saldo foi negativo em 334.462 vagas.

 

Salário

Houve aumento real também nos salários, de acordo com os dados do Caged. No ano, o salário médio de admissão nacional foi de R$ 1.626,06 e o salário médio de desligamento foi de R$ 1.091,97. Em termos reais ( descontada a inflação), o crescimento foi de 0,63% para o salário médio de admissão e de 0,7% para o de desligamento na comparação entre novembro e dezembro do ano passado.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade