Publicidade

Correio Braziliense

Vendas nos supermercados têm alta de 3,62% em 2019, diz Abras

A expectativa da associação para este ano é de crescimento de 3,90%


postado em 12/02/2020 19:02

Otimismo dos empresários de supermercado alcançou a quarta alta consecutiva em dezembro(foto: Marilia Lima/Esp. CB/D.A Press)
Otimismo dos empresários de supermercado alcançou a quarta alta consecutiva em dezembro (foto: Marilia Lima/Esp. CB/D.A Press)
As vendas nos supermercados do país cresceram 3,62% no ano passado, informou hoje (12) a Associação Brasileira de Supermercados (Abras). Considerando apenas o mês de dezembro, o crescimento foi 2,30% em comparação com o mesmo mês de 2018 e de 16,36% na relação com novembro.

 

Para o presidente da Abras, João Sanzovo Neto, o resultado foi positivo. “Ficou acima da nossa projeção inicial, de 3%. Quando falamos em vendas, todo número superior ao esperado é sempre bom”, disse.

 

A expectativa da associação para este ano é de crescimento de 3,90%.


Abrasmercado

Em dezembro, o Abrasmercado, indicador que analisa os preços dos 35 produtos mais consumidos no autosserviço, registrou crescimento de 8,11% na comparação com novembro, chegando ao valor de R$ 522,35.

 

No último mês do ano as maiores quedas nos preços foram registradas nos itens: cebola (-8,21%), cerveja (-0,96%) e café torrado e moído (-0,77%). As maiores altas foram verificadas no tomate (20,19%), carne dianteiro - acém, cupim, paleta ou músculo (16,71%), feijão (16,23%) e carne traseiro - alcatra, filé mignon, picanha, coxão mole e patinho (15,56%).


Índice de Confiança

O otimismo dos empresários de supermercado alcançou a quarta alta consecutiva em dezembro, de acordo com o Índice de Confiança do Supermercadista. Numa escala de 0 a 100, em que acima de 50 representa otimismo, a pesquisa registrou 63,6 pontos. 

 

Na avaliação anterior, em outubro, o índice estava em 56,6 pontos. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade