Publicidade

Correio Braziliense

Carrefour acelera expansão no Brasil com aquisição de 30 lojas do Makro

O grupo Makro explicou que a venda tem como objetivo concentrar suas atividades no estado de São Paulo e obter "maior eficácia e rentabilidade de seu negócio no país"


postado em 16/02/2020 20:22

(foto: AFP / PASCAL PAVANI)
(foto: AFP / PASCAL PAVANI)
Paris, França -
A multinacional dos hipermercados francesa Carrefour anunciou neste domingo a compra de 30 lojas da rede Makro no Brasil, que reforçarão sua rede de hipermercados Atacadão em um país onde o grupo realiza 20% do seu volume de negócios.

"A transação compreende 30 lojas (22 imóveis próprios e oito, alugados) e 14 postos de gasolina localizados em 17 estados, ao preço de 1,95 bilhão de reais", segundo o comunicado do grupo.

"As condições econômicas em que realizaremos a operação são muito atraentes", disse à AFP o diretor financeiro do grupo Carrefour, Matthieu Malige.

O grupo Makro explicou que a venda tem como objetivo concentrar suas atividades no estado de São Paulo e obter "maior eficácia e rentabilidade de seu negócio no país".

Com a operação, o Carrefour reforçará sua presença no Brasil, 

segundo país mais importante para o grupo francês, atrás da França, e onde está presente desde 1975 e comprou em 2007 a marca de hipermercados Atacadão.

"As novas lojas se somam à rede de 187 lojas do Atacadão, oferecendo uma forte complementaridade geográfica e permitindo reforçar sua posição no estado do Rio de Janeiro (7 centros) e na região Nordeste (8 lojas)", assinala o comunicado.

A multinacional prevê, nos 12 meses seguintes à conclusão da operação, converter estes centros em lojas da marca brasileira Atacadão, que registra bons resultados, informou Malige.

- Formato rentável -


"Isto nos permite contemplar um crescimento do volume de negócios destas 30 lojas de 60%, já que o modelo comercial do Atacadão (que registrou um crescimento de cerca de 12% em 2019) é muito mais eficaz do que o modelo comercial do Makro", assinalou o executivo. "Esta compra é muito coerente, do ponto de vista estratégico, com o que já fizemos do ponto de vista orgânico: investimos em um país que cresce e um formato rentável."

"Dentro do nosso plano estratégico 2022, decidimos que o 'cash and carry' é um formato de crescimento e decidimos dobrar a velocidade de expansão orgânica do Atacadão, a fim de passar de 10 para 20 lojas por ano, o que fizemos em 2018 e 2019", comentou Malige. Às 20 lojas, somam-se as 30 anunciadas pela empresa neste domingo.

Em toda a América Latina, o grupo, também muito implantado na Argentina, contava com 182 lojas do tipo cash and carry no fim de junho de 2019.

"Esta operação é a mais importante do plano Carrefour 2022, lançado em janeiro de 2018", afirmou o executivo. Além do Atacadão, as atividades do Grupo Carrefour Brasil (filial do grupo cotada na Bovespa) compreendem os hipermercados, supermercados e lojas Carrefour no Brasil, bem como serviços financeiros e complementares.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade