Publicidade

Correio Braziliense

Arrecadação do governo federal tem o melhor janeiro de todos os tempos

O saldo da arrecadação federal no primeiro mês deste ano representa uma alta real de 4,69%


postado em 20/02/2020 11:06 / atualizado em 20/02/2020 11:11

(foto: Reprodução)
(foto: Reprodução)
O governo federal arrecadou R$ 174,991 bilhões em tributos em janeiro neste ano. O resultado, apresentado nesta quinta-feira (20/2), é o melhor para o mês de janeiro de toda a série histórica da Receita Federal. 

 

O saldo da arrecadação federal no primeiro mês deste ano representa uma alta real de 4,69% em relação a janeiro do ano passado, quando a arrecadação foi de R$ 160,426 bilhões. E ainda é 18,39% maior que a registrada em dezembro de 2019 - R$ 147,501 bilhões. O montante é maior, inclusive, que os R$ 171,860 bilhões arrecadados em janeiro de 2014, antes de as receitas do governo serem afetadas pela crise econômica. 

 

De acordo com a Receita Federal, o bom desempenho de janeiro de 2020 reflete, sobretudo, a alta da arrecadação do Imposto de Renda e da Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL). A arrecadação do Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) e do CSLL somou R$ 52 bilhões, alta de 16,45% em relação a janeiro de 2019, devido a recolhimentos a título de ajuste anual e a arrecadações atípicas de R$ 2,8 bilhões. Já o Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) cresceu 27,14%, chegando a R$ 2,043 bilhões, por conta do aumento dos ganhos de capital e dos ganhos líquidos de operações em bolsa.

 

Também houve altas no valor arrecadado em dólar pelas importações, que têm sido influenciadas pela alta da moeda norte-americana e subiram 5,02% em janeiro; e no resultado das vendas do comércio, que têm começado a se recuperar da crise econômica e geraram uma arrecadação 4,1% maior que a de janeiro de 2019.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade