Publicidade

Correio Braziliense

Banco Central cria linha para operacionalizar pagamento instantâneo

De acordo com o BC, por meio deste sistema, será possível realizar transações entre pessoas, empresas e governo instantaneamente, 24 horas por dia, durante os sete dias da semana


postado em 20/02/2020 20:45

(foto: Raphael Ribeiro/BCB)
(foto: Raphael Ribeiro/BCB)
O Conselho Monetário Nacional (CMN) autorizou nesta quinta-feira (20/2) o Banco Central (BC) a criar uma linha de redesconto (de empréstimo do BC para bancos) com base em operações com títulos públicos federais, para instituições financeiras participantes do Sistema de Pagamentos Instantâneos (SPI), que começa a funcionar em novembro, cuja marca, PIX, foi lançada esta semana.

 

De acordo com o BC, por meio deste sistema, será possível realizar transações entre pessoas, empresas e governo instantaneamente, 24 horas por dia, durante os sete dias da semana.

 

Com o novo instrumento,instituições financeiras e de pagamentos ou fintechs deverão disponibilizar em seus aplicativos de celular uma opção para essa modalidade. 

 

Segundo o BC, a quantia será creditada de forma instantânea na conta do destinatário da transação, em cerca de dez segundos. O PIX também estará disponível em outros canais de atendimento, como caixa eletrônico ou internet banking.

 

O objetivo é gerar liquidez fora do horário de operações  do Sistema de Transferência de Reservas (STR), para  viabilizar movimentações em dias não úteis e feriados. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade