Economia

ONU: IED cai no mundo

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 09/03/2020 04:34
Além de reduzir o crescimento da economia global, o avanço do coronavírus pode derrubar em até 15% o fluxo de Investimento Estrangeiro Direto (IED) global em 2020. O cálculo é da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (Unctad) e traz uma preocupação a mais para os analistas da Bolsa de Valores de São Paulo, que já perdeu mais de R$ 44,5 bilhões de capital estrangeiro só neste ano por conta do pânico que a epidemia instaurou no mercado financeiro. ;A Unctad projeta um impacto negativo nos fluxos globais de IED, que variam de -5% a -15% em 2020 (com o efeito de filtragem do choque de demanda até 2021);, alertou o braço da Organização das Nações Unidas (ONU) para o livre comércio, que publicou ontem um relatório extraordinário sobre o impacto da Covid19 nos investimentos externos.

Segundo a Unctad, a perda de 5% dos investimentos estrangeiros já é praticamente certa, porque diz respeito ao cenário mais otimista da organização, em que a epidemia do coronavírus é controlada ainda neste primeiro semestre. Porém, pode se agravar, chegando até os 15%, caso a doença continue se alastrando pelo mundo durante todo o ano de 2020. É por conta desses dois cenários que a Unctad também projeta queda de 0,5% a 1,5% nas perspectivas de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) mundial neste ano de 2020. (MB)

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação