Publicidade

Correio Braziliense

Prazo para saque imediato do FGTS termina em 31 de março

Nada menos que aproximadamente 35,5 milhões de trabalhadores que têm direito à retirada não foram buscar o dinheiro. É bom correr, pois o prazo está quase no fim


postado em 12/03/2020 06:00

Correntista da Caixa tem a vantagem de receber direto na conta-corrente(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
Correntista da Caixa tem a vantagem de receber direto na conta-corrente (foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
Mais de 35,5 milhões de trabalhadores que têm direito ao saque das contas ativas e inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) ainda não foram buscar o dinheiro a que têm direito. Nada menos que R$ 15 bilhões continuam à espera dos trabalhadores na Caixa Econômica Federal (CEF), mas é bom andar rápido: o prazo para retirá-lo acaba no fim deste mês.

“Cerca de R$ 15 bilhões ainda podem vir a ser sacados”, alertou ontem o subsecretário de Política Fiscal do Ministério da Economia, Marco Cavalcanti, lembrando que o período de saques expira dia 31.

Ele salientou ainda que esse dinheiro é importante para ajustar as contas dos consumidores e também para girar a economia. “Os saques foram importantes para manter a atividade aquecida no fim do ano passado e no início deste mês”, lembrou.

Segundo a Caixa, “63% dos 96 milhões de trabalhadores elegíveis ao Saque Imediato do FGTS haviam sacado os valores” até a última terça-feira. Representa que foram injetados na economia R$ 27,9 bilhões, dos R$ 42,6 bilhões liberados. A maior parte desses saques ocorreu logo depois que a medida entrou em vigor: em setembro e outubro do ano passado, foram retirados R$ 17,3 bilhões das contas do Fundo.

O saque imediato do FGTS foi instituído no ano passado, por meio de uma medida provisória e permite saques de até R$ 998 –– o valor inicialmente proposto pelo governo era de R$ 500, mas foi elevado durante a tramitação da proposta no Congresso –– das contas ativas e inativas. O valor foi depositado automaticamente nas contas-correntes de quem é cliente Caixa. Os demais trabalhadores podem efetuar a retirada nos terminais de autoatendimento, nas agências e nos correspondentes bancários da CEF ou nas casas lotéricas.

Saque aniversário

No próximo mês, com o fim das retiradas imediatas, entra em vigor outra medida de liberação de recursos do FGTS: o saque aniversário. Permite que se obtenha uma parcela das contas do Fundo no mês de nascimento do trabalhador que optar pelo formato. Esse percentual vai variar de R$ 50 a R$ 2,9 mil, de acordo com o saldo disponível na conta da pessoa.

Segundo o governo, mais de 2,6 milhões de trabalhadores se inscreveram para ter acesso às retiradas. As inscrições seguem até outubro na Caixa.

Segundo o secretário de Política Econômica do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida, até o fim deste mês, o governo vai regulamentar a possibilidade de usar o montante disponível no saque aniversário, no período de três anos, como garantia para empréstimos bancários e no cartão de crédito. A medida pode injetar mais de R$ 11 bilhões na economia.


IPCA fecha em 0,25% em fevereiro
Ainda sob influência da redução dos preços das carnes, a inflação brasileira ficou em 0,25% em fevereiro deste ano. O resultado, divulgado ontem pelo IBGE é o menor para o mês dos últimos 20 anos. E levou para 4,01% (quase o centro da meta de inflação, que é de 4% para este ano) o resultado acumulado pelo IPCA nos últimos 12 meses. As carnes, que já haviam ficado 4,03% mais baratas em janeiro, caíram mais 3,53% no mês passado –– por isso, tiveram o maior impacto negativo na inflação do mês passado. Também contribuiu para o índice de 0,25% a redução de preços de produtos como energia elétrica (-1,71%) e gasolina (-0,72%), que, segundo o IBGE, ficaram mais baratas devido à mudança da bandeira tarifária e da redução dos preços internacionais do petróleo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade