Economia

INSS restringe serviços com atendimentos presenciais em agências

Nos próximos 15 dias apenas casos de pedido de benefício e perícias serão atendidos presencialmente nas agências do INSS

André Phelipe*
postado em 18/03/2020 14:27
Agências do INSS atenderão casos especiais para evitar aglomeraçãoPor conta da propagação do novo coronavírus, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) restringiu mais ainda o atendimento aos segurados em suas agências pelo Brasil. Nos próximos 15 dias, os acessos nas unidades estarão suspensos. O suporte será mantido para aqueles que já tinham marcado questões que envolvam pedidos de benefícios previdenciários ou assistenciais e para as perícias médicas.

O órgão também modificou a rotina dentro das agências. A entrada será autorizada somente para os que têm atendimento marcado nos próximos 20 minutos, incluindo aqueles que farão perícias médicas. O objetivo, segundo o INSS, é evitar aglomerações.

Todas as pessoas que já tinham agendamentos para outros tipos de serviços terão os pedidos remarcados. O próprio órgão informará a nova data e horário para aqueles que ainda estão interessados nos atendimentos. Isso significa que não há necessidade de o indivíduo fazer uma nova marcação pelo portal Meu INSS e nem pela central telefônica 135. Boa parte das atividades prestadas pelo INSS podem ser consultadas pelo site, que o trabalhador precisa realizar um cadastro antes de acessá-lo.

Ao entrar no Meu INSS, os indivíduos devem comunicar o Cadastro de Pessoa Física (CPF) e logo após clicar em "crie sua conta". Uma segunda tela se abrirá para os preenchimentos dos restantes dos dados pessoais, como nome completo, data de nascimento, e-mail e número de telefone. Durante a inscrição, o trabalhador deverá confirmar o nome da mãe. A continuidade do cadastramento dependerá ainda de um questionário sobre a vida profissional e previdenciária que o indivíduo deverá responder. A portaria 375, com as novas medidas, foi publicada nesta manhã de quarta-feira (18/3) no Diário Oficial da União.

*Estagiário sob a supervisão de Vinicius Nader

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação