Economia

BC: fluxo cambial total no ano até 13 de março é negativo em US$ 2,816 bi

Agência Estado
postado em 18/03/2020 15:26
Depois de registrar saídas líquidas de US$ 44,768 bilhões em 2019, o País registra fluxo cambial negativo de US$ 2,816 bilhões em 2020, até o dia 13 de março, informou nesta quarta-feira, 18, o Banco Central. No canal financeiro, houve saída líquida de US$ 12,404 bilhões no ano, até a última sexta-feira, resultado de aportes no valor de US$ 118,024 bilhões e de retiradas no total de US$ 130,428 bilhões. Este segmento reúne investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações. No comércio exterior, o saldo do ano até 13 de março ficou positivo em US$ 9,587 bilhões, com importações de US$ 32,180 bilhões e exportações de US$ 41,768 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 6,109 bilhões em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 15,180 bilhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 20,479 bilhões em outras entradas. Março Depois de registrar saídas líquidas de US$ 4,408 bilhões em fevereiro, o País registra fluxo cambial positivo de US$ 1,976 bilhão em março, até o dia 13. No canal financeiro, houve saída líquida de US$ 1,564 bilhão até o dia 13 deste mês, resultado de aportes no valor de US$ 28,812 bilhões e de retiradas no total de US$ 30,376 bilhões. Este segmento reúne investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações. No comércio exterior, o saldo de março, até o dia 13, ficou positivo em US$ 3,540 bilhões, com importações de US$ 6,540 bilhões e exportações de US$ 10,080 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 2,279 bilhão em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 3,869 bilhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 3,932 bilhões em outras entradas. Semana O fluxo cambial da semana passada (de 9 a 13 de março) ficou negativo em US$ 675 milhões. Pelo canal financeiro, ocorreu saída líquida de US$ 2,261 bilhões, resultado de aportes no valor de US$ 15,940 bilhões e de envios no total de US$ 18,201 bilhões. Este segmento reúne investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações. No comércio exterior, o saldo ficou positivo em US$ 1,586 bilhão no período, com importações de US$ 3,316 bilhões e exportações de US$ 4,902 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 1,334 bilhão em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 1,892 bilhão em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 1,677 bilhão em outras entradas.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação