Economia

FGTS: valor não sacado até esta terça-feira volta para conta do trabalhador

O governo liberou o saque de até R$ 998 em setembro do ano passado, como uma medida de estímulo à economia

Marisa Wanzeller*
postado em 31/03/2020 15:08
 (foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)

O governo liberou o saque de até R$ 998 em setembro do ano passado, como uma medida de estímulo à economiaTermina nesta terça-feira (31/3) o prazo de saque de até R$ 998 no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), permitido pelo governo federal desde setembro do ano passado. Os valores não sacados retornarão para a conta inicial na quarta-feira. A partir de então, o saque só poderá ocorrer em situações específicas, como aposentadoria, compra de imóvel próprio, doenças graves ou se o trabalhador tiver 70 anos ou mais.

A Caixa Econômica Federal liberou parte do dinheiro em contas ativas, ou seja, de empregos atuais, ou inativas, de empregos passados, em setembro do ano passado. Ao todo, a instituição estimulou a economia com R$ 40 bilhões. O calendário de saques foi organizado de acordo com o mês de nascimento do colaborador e pode ser conferido no portal do banco.

O valor máximo de saque é variável de acordo com a quantia disponível na conta em 24 de julho do ano passado. Em dezembro de 2019, o limite de saque subiu para R$ 998. Assim, quem sacou anteriormente até R$ 500, pode ter direito de retirar um valor adicional até esta terça-feira (31).


Como sacar

O saque poderá ser feito pelos mesmos canais de pagamento da primeira etapa do saque imediato. Por causa da pandemia de coronavírus, a Caixa orienta o resgate por meio do aplicativo FGTS, disponível para tablets e smartphones dos sistemas Android e iOS. Nesse caso, o trabalhador pode programar a transferência do dinheiro para qualquer conta em seu nome, independentemente do banco. A operação não tem custo.

Os saques de até R$ 998 podem ser feitos nas casas lotéricas, caso esses estabelecimentos estejam abertos, e terminais de autoatendimento para quem tem senha do Cartão Cidadão. Quem tem Cartão Cidadão e senha pode sacar nos correspondentes Caixa Aqui, caso esses estabelecimentos estejam autorizados a abrir. Basta apresentar documento de identificação.

Atendimento

[SAIBAMAIS]Desde a última terça-feira (24), as agências da Caixa estão funcionando em horário reduzido, das 10h às 14h. O atendimento está restrito a quem não puder resolver o problema por canais eletrônicos. As dúvidas sobre valores e a data do saque podem ser consultadas no aplicativo do FGTS, pelo site da Caixa ou pelo telefone de atendimento exclusivo 0800-724-2019, disponível 24 horas.

A Caixa destaca que o saque imediato não altera o direito de sacar todo o saldo da conta do FGTS, caso o trabalhador seja demitido sem justa causa ou em outras hipóteses previstas em lei.

Essa modalidade de saque não significa que houve adesão ao saque aniversário, que é uma nova opção oferecida ao trabalhador a partir de abril, em alternativa ao saque por rescisão do contrato de trabalho. Por meio do saque aniversário, o trabalhador poderá retirar parte do saldo da conta do FGTS, anualmente, de acordo com o mês de aniversário.

Com informações da Agência Brasil

*Estagiária sob supervisão de Humberto Rezende

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação