Economia

Dólar bate novo recorde e fecha o dia a R$ 5,266

Ibovespa fechou em alta de 1,81%, a 72.253 pontos

Rafaela Gonçalves*
postado em 02/04/2020 17:38
 (foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)
(foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)
Para os analistas, o câmbio reflete como os mercados ainda estão avessos a risco devido a todas as incertezas sobre o período de lockdown em função da pandemia do novo coronavírusO dólar comercial voltou a renovar a máxima recorde de fechamento. Com leve alta de 0,09%, a divisa norte-americana terminou cotada a R$ 5,2645 para compra e R$ 5,2661 para venda. Na véspera, a moeda já havia subido 1,29%, a R$ 5,261 na venda, no maior valor nominal desde o lançamento do plano Real. Para os analistas, o câmbio reflete como os mercados ainda estão avessos a risco devido a todas as incertezas sobre o período de lockdown em função da pandemia do novo coronavírus.

;O dia não foi tão favorável assim, após um novo recorde no número de pedidos de auxílio desemprego nos EUA. Os pedidos mais do que dobram para 6,65 milhões na semana encerrada em 28 de março, acima da estimativa de 3,76 milhões, em mais um dado demonstrando a deterioração da economia norte-americana frente o avanço da Covid-19. Como resposta, o Bacen anunciou um leilão de moeda à vista, que seria uma injeção direta no mercado e com a venda de reservas;, destacou o analista da Clear Corretora, Rafael Ribeiro.
[SAIBAMAIS]O Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo (B3) fechou em alta de 1,81%, a 72.253 pontos. O analista de ações da Spiti destaca que bolsa brasileira trabalhou no campo positivo sustentada principalmente pelas ações da Petrobras que foram estimuladas pela alta do petróleo no mundo. ;Estamos vendo a volatilidade presente no mercado que deixa de ser direcional e negativa e começa a encontrar um patamar de preço na região entre 70 e 75 mil pontos. No entanto, continuamos vendo a moeda norte-americana elevando a sua cotação;, pontuou.
*Estagiária sob supervisão de Fernando Jordão

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação