Economia

Banco Central registra saída líquida de US$12,730 bilhões do país até abril

Fluxo cambial acumulado do quadrimestre revela mudança de sinal em relação a 2019, quando foi registrado entrada de US$ 2,819 bilhões. Na Bolsa, retirada de estrangeiros já soma R$ 70,3 bilhões

Rosana Hessel
postado em 06/05/2020 14:54
Fluxo cambial acumulado do quadrimestre revela mudança de sinal em relação a 2019, quando foi registrado entrada de US$ 2,819 bilhões. Na Bolsa, retirada de estrangeiros já soma  R$ 70,3 bilhõesO fluxo de saída líquidas de recursos do país somou US$ 12,730 bilhões o acumulado de janeiro até 30 de abril, conforme os dados divulgados pelo Banco Central nesta quarta-feira (06/05). O dado reflete a piora na confiança de investidores estrangeiros no país. No mesmo período de 2019, o fluxo cambial ficou positivo em US$ 2,819 bilhões.

O canal financeiro apresentou saídas líquidas de US$ 32,519 bilhões no acumulado do quadrimestre. Isso foi decorrente de aportes no valor de US$ 186,628 bilhões e de retiradas no total de US$ 218,147 bilhões. Esse segmento reúne os investimentos estrangeiros diretos (IDP) e em carteira, remessas de lucro de empresas e pagamento de juros, entre outras operações.


Debandada


Na Bolsa de Valores de São Paulo (B3), a debandada de investidores estrangeiros é crescente devido ao aumento da desconfiança no governo que não para de criar atrito entre os Três Poderes e piora nas expectativas de retomada da economia após a crise provocada pela Covid-19. A retirada de recursos de aplicadores não-residentes bateu novo recorde na última segunda-feira (04/05), totalizando R$ 70,3 bilhões, conforme dados da B3 divulgados nesta quarta-feira. Esse volume é 57,6% superior ao recorde de saída R$ 44,6 bilhões computados em 2019.

Vale lembrar que as empresas listadas na B3 encerraram o quadrimestre com perdas acumuladas no ano de R$ 1,29 trilhão em valor de mercado até 30 de abril, conforme levantamento da Economática. A debandada de recursos nesse período tinha sido de R$ 69,4 bilhões e a tendência é que esse volume aumente ainda mais ao longo do ano.

[SAIBAMAIS]No comércio exterior, o saldo acumulado no ano até 30 de abril ficou positivo em US$ 19,789 bilhões, com importações de US$ 51,262 bilhões e exportações de US$ 71,051 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 12,332 bilhões em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 24,524 bilhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 34,195 bilhões em outras entradas.


Abril


De acordo com os dados do BC, o fluxo cambial de abril ficou negativo em em US$ 1,378 bilhão. O canal financeiro apresentou saída líquida de US$ 6,817 bilhões e, no comércio exterior, o saldo ficou positivo em US$ 5,439 bilhões. No mesmo período de 2019, a saída líquida tinha sido menor, de US$ 1,625 bilhão.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação