Economia

Cielo habilita 1,5 milhão de maquininhas para uso do auxílio emergencial

Facilidade estará disponível a partir desta sexta-feira (29/5), a todos os usuários com contas poupanças digitais da Caixa, ou seja, que possuem o aplicativo Caixa Tem

Agência Estado
postado em 28/05/2020 17:17
Facilidade estará disponível a partir desta sexta-feira (29/5), a todos os usuários com contas poupanças digitais da Caixa, ou seja, que possuem o aplicativo Caixa TemA Cielo informou que habilitou 1,5 milhão de maquininhas em todo o Brasil para aceitarem pagamentos dos beneficiários do auxílio emergencial. A facilidade estará disponível a partir desta sexta-feira (29/5), a todos os usuários com contas poupanças digitais da Caixa, ou seja, que possuem o aplicativo Caixa Tem. Esse contingente é de mais de 40 milhões de pessoas.

O aplicativo Caixa Tem, necessário para receber os recursos do auxílio emergencial, vai funcionar como uma carteira digital.

Com o celular, o beneficiário escaneia o QR Code gerado nas maquininhas e conclui o pagamento, cujos recursos serão debitados das contas poupanças digitais.

"A solução desenvolvida vai permitir que os beneficiários do auxílio emergencial façam compras diretamente nas lojas com o saldo da carteira. Não vão precisar enfrenta filas longas para sacar recursos nas agências bancárias", afirma o presidente da Cielo, Paulo Caffarelli, em nota a imprensa.

[SAIBAMAIS]As transações nas maquininhas dispensam a digitação da senha do consumidor, o que, conforme o executivo, ajuda a reduzir os riscos de contágio da covid-19. "O uso do QR Code pelos beneficiários do auxílio emergencial ajuda a disseminar os pagamentos digitais e incentiva a inclusão financeira no Brasil para além da pandemia", acrescenta.

No começo de maio, a Cielo desenvolveu um aplicativo para sua maquininha inteligente, a LIO, para viabilizar o uso dos recursos do benefício emergencial. Quase 120 empresas - dentre elas Carrefour, Big e GPA - adotaram a tecnologia, que está disponível em 10 mil pontos de venda no País.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação