Publicidade

Correio Braziliense

Mães adolescentes poderão solicitar auxílio emergencial a partir de 30/5

A previsão era de que cadastro seria iniciado na próxima segunda-feira (1º/6). Elas terão pouco mais de 30 dias para fazer a solicitação


postado em 30/05/2020 16:37

(foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press)
(foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press)
A Caixa Econômica Federal (CEF) liberou a partir deste sábado (30/5) o cadastro de mães abaixo dos 18 anos para que possam solicitar o auxílio emergencial de R$ 600. Anteriormente, haviam informado que isso começaria a partir da próxima segunda-feira (1º/6). O anúncio foi feito pela vice-presidente do governo da Caixa Econômica Federal, Tatiana Thomé.

Para pedir o auxílio, é preciso ser mãe e ter menos de 18 anos. No cadastro, é preciso incluir pelo menos dois membros da família - ou seja, a própria mãe e o filho ou filhos. Se a requerente pertencer a uma família maior e outra pessoa já recebeu o auxílio, basta preencher os dados compatíveis com o que já foi feito pelo outro membro da família -  incluir as informações como já foram prestadas pelo familiar.

O fluxo é como nos outros pedidos: faz o cadastro e aguarda a análise da Dataprev. A ampliação foi aprovada no Congresso Nacional e sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro no último dia 15. O presidente vetou o trecho que determinava que homens chefes de família solteiros teriam direito a R$ 1,2 mil. Permanece, então, sendo uma possibilidade apenas para mulheres. 

O pedido não abrange grávidas. O prazo limite para fazer a solicitação é 2 de julho.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade