Publicidade

Correio Braziliense

Saída de dólar supera entrada em US$ 9,651 bi do ano até 29 de maio, diz BC

No mesmo período de 2019, o resultado havia sido positivo em US$ 3,164 bilhões


postado em 03/06/2020 16:43 / atualizado em 03/06/2020 16:43

(foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)
(foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)
O fluxo cambial total do ano até 29 de maio foi negativo em US$ 9,651 bilhões, informou nesta quarta-feira (3/6) o Banco Central. No mesmo período de 2019, o resultado havia sido positivo em US$ 3,164 bilhões.

O resultado do ano está diretamente ligado aos efeitos da pandemia de covid-19 sobre a economia. Em meio à crise, investidores aceleraram em março e abril o envio de dólares a outros países, em movimento de busca por segurança. Em maio, porém, houve fluxo de entrada líquida de recursos no País.

No ano até 29 de maio, a saída líquida de dólares pelo canal financeiro foi de US$ 33,401 bilhões. Este resultado é fruto de aportes no valor de US$ 221,193 bilhões e de envios no total de US$ 254,594 bilhões. O segmento reúne investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações.

No comércio exterior, o saldo acumulado ficou positivo em US$ 23,750 bilhões, com importações de US$ 64,169 bilhões e exportações de US$ 87,919 bilhões. Nas exportações estão incluídos US$ 14,003 bilhões em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 32,412 bilhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 41,504 bilhões em outras entradas.

Maio

Depois de registrar saídas líquidas de US$ 1,378 bilhão em abril, o País fechou maio com fluxo cambial positivo de US$ 3,080 bilhões, informou o Banco Central. Foi o primeiro resultado positivo mensal desde julho do ano passado.

O fluxo de maio reflete a interrupção das saídas de dólares do Brasil na esteira da pandemia do novo coronavírus. Em março e abril, com os investidores em busca de ativos mais seguros em outros países, o fluxo havia sido fortemente negativo.

No canal financeiro, houve saída líquida de US$ 882 milhões em maio, resultado de aportes no valor de US$ 35,565 bilhões e de retiradas no total de US$ 36,447 bilhões. Este segmento reúne investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações.

No comércio exterior, o saldo ficou positivo em US$ 3,962 bilhões, com importações de US$ 12,907 bilhões e exportações de US$ 16,868 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 1,670 bilhão em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 7,888 bilhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 7,310 bilhões em outras entradas.

Semana

O fluxo cambial da semana passada (de 25 a 29 de maio) ficou positivo em US$ 614 milhões.

O canal financeiro registrou na semana passada saída líquida de US$ 483 milhões pelo canal financeiro. Isso foi resultado de aportes no valor de US$ 7,957 bilhões e de envios no total de US$ 8,440 bilhões. Este segmento reúne investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações.

No comércio exterior, o saldo ficou positivo em US$ 1,096 bilhão no período, com importações de US$ 3,243 bilhões e exportações de US$ 4,339 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 404 milhões em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 1,621 bilhão em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 2,314 bilhões em outras entradas.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade