Publicidade

Correio Braziliense

Com vinda de navios, Petrobras eleva capacidade de escoamento do pré-sal

Os novos navios-tanque vão integrar a frota de 20 embarcações que realizam cerca de 1.800 offloadings (escoamento de óleo das plataformas) por ano


postado em 04/06/2020 15:23

(foto: Divulgação/Petrobras)
(foto: Divulgação/Petrobras)
A Petrobras recebe na próxima semana a primeira de quatro embarcações previstas para este ano para escoar a produção das plataformas do pré-sal. O Eagle Petrolina deixou a Coreia do Sul nesta quinta-feira, 4, e deve ser entregue à empresa em Singapura no dia 14, e chegar ao Brasil em julho, informou a estatal.

Os novos navios-tanque vão integrar a frota de 20 embarcações que realizam cerca de 1.800 offloadings (escoamento de óleo das plataformas) por ano.

A capacidade atual da offloading da Petrobras é de 2,067 milhões de barris diários de petróleo, e aumentará para 2,262 milhões de b/d em 2022.

O Eagle Petrolina tem capacidade para armazenar 1 milhão de barris de petróleo. As demais embarcações serão entregues em julho, agosto e outubro. Além dessas, a estatal contratou mais três navios-tanque para entrega em 2022.

"Com a alta produtividade apresentada pelos campos do pré-sal, estamos investindo e preparando nossa infraestrutura logística para o aumento da produção de petróleo nos próximos anos. É fundamental sermos competitivos e a logística tem papel essencial, interligando, com eficiência, os diversos elos da cadeia produtiva", afirmou em nota o diretor de Logística da Petrobras, André Chiarini.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade