Economia

Estados recebem primeira parcela da ajuda federal

postado em 10/06/2020 04:14
A primeira parcela dos recursos prometidos pelo governo federal para as unidades da Federação que vêm sofrendo com os efeitos da pandemia da covid-19 foi liberada ontem. O Banco do Brasil creditou os valores nas contas do Fundo de Participação dos Estados (FPE) e do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), referentes à parcela de junho do auxílio financeiro de que trata a Lei Complementar n; 173.

Serão repassados R$ 9,25 bilhões para os estados, R$ 5,748 bilhões para os municípios e R$ 38,6 milhões para o Distrito Federal, totalizando R$ 15,036 bilhões. As próximas parcelas desse auxílio serão creditadas em 13 de julho, 12 de agosto e 11 de setembro de 2020.

O Comitê Nacional de Secretários de Fazenda, Finanças, Receita ou Tributação dos Estados e do Distrito Federal (Comsefaz) confirmou o recebimento do primeiro repasse direto previsto no Programa Nacional de Combate à covid-19.

No entanto, o presidente do Comsefaz e secretário de Fazenda do Piauí, Rafael Fonteles, disse que, embora essenciais para mitigar a crise por que passam estados e municípios, ;os recursos são insuficientes; para compensar as perdas de arrecadação e para cobrir as despesas adicionais com a covid-19, visto que a queda nas receitas tributárias se revelaram maiores do que as estimativas iniciais. ;Os estados vão articular novas medidas de auxílio financeiro;, afirmou.

De acordo com a LC 173/2020, serão repassados R$ 60 bilhões para compensar as perdas de arrecadação de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e Imposto Sobre Serviços (ISS) e mitigar os efeitos negativos da crise do novo coronavírus.


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação