Economia

Receita já recebeu 30 milhões de declarações do IR; prazo termina hoje

A expectativa do Fisco é de entrega de 32 milhões de documentos esse ano, com 14 milhões pelo completo e 17,947 milhões, pelo simplificado

Vera Batista
postado em 30/06/2020 20:06
 (foto: Agência Brasil/Divulgação)
(foto: Agência Brasil/Divulgação)
A expectativa do Fisco é de entrega de 32 milhões de documentos esse ano, com 14 milhões pelo completo e 17,947 milhões, pelo simplificadoAté o início dessa noite, último dia para a entrega do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF 2020), a Receita Federal recebeu 30.950.184 declarações. Desse total, 13,591 milhões foram pelo modelo simplificado e 17,358 milhões, pelo simplificado. Nessa terça-feira, foram registradas 264 mil entregas por hora - A expectativa do Fisco é de entrega de 32 milhões de documentos esse ano, com 14 milhões pelo completo e 17,947 milhões, pelo simplificado.

A Receita alerta que os contribuintes não deixem a entrega para última hora. Se perderem o prazo, estarão sujeitos ao pagamento de multa mínima de R$ 165,74 e máxima de 20% do imposto devido. É preciso também prestar muita atenção nas informações ao Leão. Até 29 de junho, de acordo com os dados, mais de 1 milhão de pessoas caíram na malha fina: 42,2% delas por omissão de rendimentos (ganharam mais do que declararam) e 33,3% por erro no montante das despesas médicas.

Restituição

O secretário da Receita Federal, José Barroso Tostes Neto, fez questão de mencionar que, tendo em vista os impactos econômicos causado pela pandemia da Covid-19, o Leão manteve o calendário das restituições. ;Hoje, foi creditado o maior lote da história, de R$ 5,7 bilhões. Em 31 de julho, serão mais R4 5,6 bilhões de reestiutição para os contribuintes;, afirmou. Ele prometeu, ainda, que quem já fez a declaração e apurou imposto a pagar, caso tenha perdido emprego, seu débito será reavaliado.

Tostes deu a entender que, antes de punir, o Fisco vai analisar a situação do devedor. ;É possível que, de janeiro até aqui, tenha havido desemprego entre esses (contribuintes) que têm IR a pagar. É importante que efetuem o pagamento. Mas, vamos reavaliar os efeitos da pandemia em termos de inadimplência, para que a população não fique prejudicada;, afirmou. Até janeiro de 2021, a Receita conta, ainda, com R$ 19,6 bilhões de cotas a pagar. Somente esse mês de junho, foram R$ 8 bilhões.

Novidade

Quem perder o prazo, poderá ainda entregar a Dirpf 2020, mas já com multa. Há duas novidades esse ano, lembrou Tostes. A primeira é que, a partir de quinta-feira, dia 2 de julho, ajustes, autoregularizações de débitos e entregas de documentos poderão ser feitas pela internet, sem necessidade de o contribuinte ir às agências. No site da Receita, o cliente que não tem certificação digital, pode gerar um código de acesso, no menu Meu Imposto de Renda, e fazer os acertos. Outra inovação é a integração da plataforma e-CAC da Receita com o portal e-Gov.br.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação