Economia

Poupança: depósitos superam saques em R$ 20,5 bilhões em junho

Resultados foram apresentados pelo Banco Central. Captação líquida caiu após recorde em maio e chegou ao menor valor desde março

Vera Batista
postado em 06/07/2020 16:05
 (foto: Raphael Ribeiro/BCB)
(foto: Raphael Ribeiro/BCB)
Prédio do Banco CentralDe acordo com o Banco Central, a caderneta de poupança teve captação líquida de R$ 20,533 bilhões em junho. Os depósitos, de R$ 260,614 bilhões, superaram as retiradas de R$ 240,080 bilhões. Esse é o menor resultado desde março, quando a diferença entre a entradas e saídas ficou em R$ 12,168 bilhões. Depois do recorde de maio (R$ 37,201 bilhões), os brasileiros voltar a mostrar a necessidade de lançar mão de suas reservas.

[SAIBAMAIS]A poupança se mostrou bastante inconsistente no ano passado. Depois do avanço de dezembro de 2019 (R$ 17,211 bilhões), houve dois meses de resultados negativos (janeiro e fevereiro). Em março, essa modalidade de investimento reagiu (R$ 12,168 bilhões) Em abril, a caderneta de poupança mostrou força, chegando a registrar um saldo positivo de R$ 30,458 bilhões. Melhorou novamente em maio, mas voltou a cair no mês passado.

Atualmente, a poupança é remunerada pela taxa referencial (TR), que está em zero, mais 70% da Selic. A Selic, por sua vez, está em 2,25% ao ano, no menor nível da história. Por mês, pela legislação, a remuneração é de 0,5%. Esta regra vale sempre que a Selic estiver abaixo dos 8,5% ao ano. Quando estiver acima disso, a poupança é atualizada pela TR mais uma taxa fixa de 0,5% ao mês (6,17% ao ano).

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação