Economia

Anatel e Tim firmam parceria para levar banda larga a 350 municípios

O acordo faz parte de Termo de Ajustamento de Conduta celebrado entre a Agência Nacional de Telecomunicações e a operadora, celebrado nesta terça-feira (7/7)

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 07/07/2020 18:33
 (foto:  Sinclair Maia/Anatel)
(foto: Sinclair Maia/Anatel)
O acordo faz parte de Termo de Ajustamento de Conduta celebrado entre a Agência Nacional de Telecomunicações e a operadora, celebrado nesta terça-feira (7/7)Municípios que possuem Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) abaixo da média nacional nas regiões Norte e Nordeste, Centro Oeste e no estado de Minas Gerais serão beneficiados com acesso à internet banda larga móvel com tecnologia 4G. São 350 cidades contempladas, cada uma delas, com menos de 30 mil habitantes.

A implantação da infraestrutura será possível a partir de Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) entre a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e a Tim celebrado nesta terça-feira (7/7). O evento, realizado por videoconferência, contou com a participação do ministro das Comunicações, Fábio Faria, do presidente da Anatel, Leonardo Euler, e do CEO da Tim Brasil, Pietro Labriola.

Com a premissa de atender também ao interesse público, a ampliação do acesso à internet banda larga é um compromisso adicional contemplado no TAC do Grupo TIM sobre os Direitos e Garantias dos Usuários, Qualidade e Ampliação do Acesso e Fiscalização. O termo foi apreciado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) em março deste ano, recebendo o aval em aspectos como legalidade, economicidade e eficiência.

O ministro das Comunicações ressaltou a necessidade urgente em se alcançar os 20% do território no Brasil hoje privado de internet banda larga. ;Ainda temos o desejo de atingir 40 milhões de brasileiros sem cobertura. O TAC celebrado teve como objetivo ser mais do que um tradicional compromisso para cessação de condutas irregulares por parte da prestadora;, explicou.

Aproximadamente 3 milhões de brasileiros serão amparados com a expansão da rede de telefonia móvel nestes municípios, hoje, desprovidos na tecnologia 4G. Em dois anos, 80% da infraestrutura já estará instalada, de acordo com a previsão estabelecida no TAC. O restantes será concluído no ano seguinte.

O presidente da Anatel destacou também os benefícios econômicos aos municípios contemplados com o 4G. ;Isso possibilitará gerar mais negócios, mais renda e dinamizar a economia nesses locais;, disse.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação