Economia

Prova de vida pelo celular

postado em 11/07/2020 04:13

A prova de vida, exigida anualmente pelo INSS aos beneficiários, passará a ser feita de forma remota, pelo celular, garantiu o presidente do órgão, Leonardo Rolim. A partir de agosto, um projeto piloto pretende atender a 550 mil segurados de todo o país. O sistema fará o reconhecimento facial de quem tem carteira de habilitação ou título de eleitor digital. A proposta é usar a biometria no futuro. Na primeira etapa, serão testados os beneficiários que deveriam ter feito a prova de vida, antes da crise sanitária, e não conseguiram.


Apesar dos protestos dos servidores, Rolim confirmou a reabertura física das agências do INSS para 3 de agosto. Todos os serviços serão previamente agendados. ;Sem agendamento, não adianta ir às agências;, alertou Rolim, em entrevista ao Correio.


Começam, primeiramente, as atividades que não podem ser feitas remotamente, como perícia médica e a avaliação social. Nesse primeiro momento, apenas vão funcionar as agências que tiverem equipamentos de proteção individuais e coletivos. ;Nossa preocupação sempre foi retornar com segurança, tanto para o cidadão, grande parte do grupo de risco, quanto para os servidores;, disse Rolim.


Apesar da assertiva do presidente do INSS, os servidores não estão dispostos a retornar, pois consideram ainda prematura a retomada das atividades, diante dos números diários ainda elevados de contaminação e mortes. ;A questão não é uma data fixa, mas termos condições, no país e na autarquia, para retorno ao trabalho presencial. Penso que até 3 de agosto ainda não haverá esse cenário;, destacou Francisco Cardoso, presidente da Associação Nacional dos Médicos Peritos (ANMP).

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação