Economia

Dólar fecha em R$ 5,21 com primeira fase da reforma tributária

Ministro da Economia, Paulo Guedes, entregou pessoalmente ao Congresso Nacional, a proposta do governo. Bolsa, que bateu 105 mil pontos pela manhã, tem pregão volátil e cai 0,11%

Simone Kafruni
postado em 21/07/2020 17:19
Notas de dólarO ministro da Economia, Paulo Guedes, entregou pessoalmente ao Congresso Nacional, na tarde desta terça-feira (21/7), a primeira fase da proposta de reforma tributária do governo federal. O movimento derrubou o dólar, que caiu 2,58%, cotado em R$ 5,21, mas chegou a ser precificado abaixo de R$ 5,20 antes do fechamento do mercado.

O Ibovespa, principal índice de lucratividade da Bolsa de Valores de São Paulo (B3), superou os 105 mil pontos na parte da manhã, com o pacote de estímulo na União Europeia e a volta da reforma tributária ao debate político, mas teve um pregão bastante volátil e fechou com queda de 0,11%, aos 104.310 pontos.

Operando entre perdas e ganhos, o Ibovespa oscilou de 103,7 mil pontos a 105,4 mil pontos na máxima do dia. Com isso, descolou levemente dos índices norte-americanos. O Dow Jones subiu 0,60%, o S 500 tem tímida alta de 0,17%, enquanto o Nasdaq caiu 0,81%.

As principais bolsas europeias fecharam no azul, após os líderes da União Europeia chegaram a um acordo para a liberação de um pacote de 750 bilhões de euros em estímulos. A reunião da cúpula da UE durou quatro dias. Ficou definido que 390 milhões de euros serão destinados aos países mais atingidos pela pandemia do novo coronavírus, como Itália e Espanha, e uma fatia de 360 milhões estará disponível como empréstimo.

[SAIBAMAIS]No Brasil, as ações da Vale, que sustentaram boa parte dos ganhos das últimas sessões, tiveram queda de 1,81%, com os dados de produção do segundo semestre. Em meio à alta do petróleo, as ações da Petrobras subiram 2,7%, na expectativa dos resultados do segundo trimestre, que saem hoje, após fechamento do mercado.

Os ativos da Via Varejo, que tinham subido mais de 7% na véspera após vazar pelo Twitter os seus dados de venda online, viraram para queda de 2,60%. Quem teve um dia de cão no mercado foi a Qualicorp, refletindo a prisão do ex-presidente da companhia, José Seripieri Filho. Os papéis da empresa, que foi alvo de mandado de busca e apreensão, caíram 6,41%.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação