Economia

País terá nota de R$ 200 em agosto

postado em 30/07/2020 04:04




Os brasileiros vão contar com uma nova cédula de R$ 200 a partir do fim de agosto. A nota trará a estampa do lobo-guará e vem na esteira de um aumento da demanda por papel-moeda, que se explica pelas incertezas causadas pela pandemia do novo coronavírus e pelo pagamento do auxílio emergencial, segundo o Banco Central (BC).

A criação da nota de R$ 200 foi aprovada ontem pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), que há 18 anos não alterava os valores das cédulas do real e há 26 anos conferia à nota de R$ 100 o posto de cédula de maior valor nominal do país. O BC deve gastar R$ 113,4 milhões na produção de 450 milhões de notas de R$ 200, que terão valor equivalente a R$ 90 bilhões.

A diretora de administração do BC, Carolina de Assis Barros, explicou que, diante das incertezas em relação à covid-19 e dos pagamentos do auxílio emergencial de R$ 600, os brasileiros ampliaram o volume de dinheiro guardado em espécie, como uma reserva de emergência.

O volume de papel-moeda mantido em poder do público subiu em R$ 61 bilhões na pandemia, chegando ao recorde de entesouramento de R$ 277 bilhões. E isso fez com que o volume de dinheiro em circulação chegasse a R$ 342 bilhões em julho, bem acima da média anual de R$ 300 bilhões. Por isso, o BC precisou liberar mais papel-moeda. Sai mais barato fazer isso com uma cédula de R$ 200 do que por cédulas de valores inferiores.

;Quando se somam os efeitos do entesouramento à importância que o dinheiro possui na nossa sociedade ; o dinheiro ainda é a base das nossas transações ; o BC entende que o momento é oportuno para o lançamento dessa cédula;, afirmou Carolina. Ela acrescentou que a nota de R$ 200 vai ;reduzir o custo de logística e distribuição do numerário;. Por isso, será mantida mesmo depois que a demanda por papel-moeda voltar aos níveis habituais. ;À medida que o uso dos meios digitais se intensifica, o BC vai retirando o dinheiro de circulação;, disse

Memes
O BC não apresentou imagens da nova nota, o que instigou a curiosidade dos brasileiros e gerou diversos memes na internet, ontem. ;É boa prática internacional dos bancos centrais só revelar as características e os elementos no dia do lançamento, tendo em vista a questão da segurança;, explicou Carolina.

A escolha pelo lobo-guará é resultado de uma pesquisa realizada em 2002 para saber quais animais ameaçados de extinção deveriam ilustrar o real. ;O primeiro lugar foi da tartaruga marinha, que utilizamos na cédula de R$ 2. O segundo, o mico-leão-dourado, que utilizamos na cédula de R$ 20. E depois o lobo-guará;, contou.

Ela garantiu que, ;a nota tem elementos robustos de segurança, capazes de protegê-las de falsificação;. Afinal, "quanto maior o valor, maior é a preocupação do BC;. A diretora refutou as críticas de que a nova cédula pode ampliar a desvalorização do real e a corrupção, pelo valor elevado. ;É tão somente o BC agindo preventivamente, pois a população pode vir a demandar mais numerário;, assegurou, garantindo que não vai faltar dinheiro em espécie nos bancos, mesmo com o aumento do entesouramento. (MB)





Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação