Economia

Ligado a Moro, secretário Nacional do Consumidor é exonerado

Luciano Timm já havia posto o cargo à disposição, mas agora alegou questões pessoais ao sair do governo

Marina Barbosa
postado em 03/08/2020 16:54

Luciano TimmLigado ao ex-ministro Sergio Moro, Luciano Timm foi exonerado do cargo de secretário Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça e Segurança Pública alegando questões pessoais. A exoneração foi assinada pelo ministro da Casa Civil, Braga Netto, e consta no Diário Oficial da União desta segunda-feira (03/08).

Timm já havia colocado o cargo à disposição no mesmo dia em que Moro anunciou a saída do governo de Jair Bolsonaro. Na época, ele manifestou "absoluta e irrestrita solidariedade ao ministro Moro" e disse que atendeu o chamado do ex-juiz para "servir ao país num projeto de aposta no combate à corrupção a uma economia de mercado e numa nova política".

O então secretário ainda se comprometeu a fazer uma transição segura. Porém, foi convidado a continuar no comando da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) pelo atual ministro da Justiça, André Mendonça. Ele disse, nesta segunda-feira, que ficou honrado "com a possibilidade de continuidade do trabalho técnico que iniciamos de modernização das relações de consumo em janeiro de 2019". Mas afirmou que algumas questões pessoais exigiram seu retorno ao Rio Grande do Sul.

"Eu tenho uma boa relação com os dois ministros, tanto que o ministro André me convidou para ficar. Mas, agora, preciso cuidar de uma questão familiar no Rio Grande do Sul", afirmou Timm. Ele também mostrou, por outro lado, interesse em voltar a atuar na advocacia privada. "Passado esse problema, volto a São Paulo para exercer a advocacia e a arbitragem, como antes", contou.

O ex-secretário admitiu ao Correio, contudo, que sua saída foi planejada, tanto que ele já treinou a sua sucessora: a professora e pós-doutora em direito Juliana Domingues, que atuava na Senacon como diretora do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor. "Juliana já estava na equipe. É preparada e está a par dos temas. Foi uma saída planejada e tranquila", comentou Timm. Ele disse ter certeza que "a Senacon está em ótimas boas e que projetos seguirão o rumo assumido".

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação