Escolha a Escola
Publicidade

Correio Braziliense

Veja o passo a passo para a matrícula na rede pública de ensino

O período de registro está aberto até 31 de outubro. Pais e responsáveis podem optar por locais mais próximos de casa ou do trabalho


postado em 27/09/2018 18:53 / atualizado em 29/09/2018 19:51

Deliê Lima inscreveu os três filhos pela internet. Eles mudaram da rede privada para a pública no ano passado(foto: Arthur Menescal/Esp. CB/D.A Press)
Deliê Lima inscreveu os três filhos pela internet. Eles mudaram da rede privada para a pública no ano passado (foto: Arthur Menescal/Esp. CB/D.A Press)

 
O período de matrículas de alunos novos e regulares da rede pública de ensino está aberto até 31 de outubro. A inscrição de estudantes da educação infantil e dos ensinos fundamental e médio pelo site da Secretaria de Educação pode ser feita a qualquer hora do dia. 
 
Para isso, é importante que todos os dados dos estudantes e dos pais sejam informados com precisão e sem abreviaturas, e que o Código de Endereçamento Postal (CEP) cadastrado seja da residência do aluno ou do emprego do responsável. A lista dos estudantes contemplados será divulgada no portal da pasta, em 20 de dezembro, a partir das 18h.
 
Para pais e mães de alunos menores de 4 anos, com deficiência, Transtorno Global do Desenvolvimento (TGD) ou Transtorno do Espectro Autista (TEA), além de estudantes da Educação de Jovens e Adultos (EJA), os procedimentos e prazos variam. Nas creches, destinadas a bebês de 0 a 3 anos, as matrículas permanecem abertas durante todo o ano e são feitas por meio do Telematrícula.
 
O período de inscrição por telefone para novos alunos regulares da rede pública vai de 2 a 23 de outubro. Ainda que o sistema atenda a todos os estudantes do Distrito Federal, aqueles que não realizarem as inscrições até 31 de outubro (neste caso pelo site) não terão a vaga assegurada. Além disso, candidatos que não efetivarem a inscrição dentro do prazo correm risco de perder a prioridade na escola selecionada.
 
De acordo com a subsecretária de Planejamento e Avaliação da pasta, Cláudia Barreto, a criação de um período de matrículas por telefone decorre do fato de que muitas famílias ainda não têm acesso à internet.
 
“Abrimos um pouco antes o processo pelo site, porque não haverá uma pessoa auxiliando. É importante lembrar que as pessoas devem preencher todos os dados sem abreviaturas. Não há muita dificuldade. Disponibilizamos essa opção um pouco antes para que as pessoas se adaptem a essa linguagem virtual”, explica. 

Praticidade


Para o registro via internet, é necessário que o estudante tenha CPF. Além disso, ele ou o responsável deve fornecer informações como nome completo, a série ou o ano pretendido e o CEP. O dado permite que a escola selecionada fique próxima à residência do aluno ou ao local de trabalho do responsável.
 
Mãe de três meninos que mudaram da rede privada para a pública no ano passado, Deliê de Lima, 36 anos, conta que achou o processo de inscrição pela internet prático e rápido. “Recebi o comprovante de inscrição por e-mail e pude acompanhar tudo pelo site. Quando fiz a matrícula, todos os dados das crianças estavam disponíveis no portal e na escola”, diz.
 
A bancária também relata que precisou emitir o CPF dos três filhos para conseguir inscrevê-los na rede. Ela cadastrou o CEP do local onde trabalha e conseguiu três vagas em escolas da Asa Sul. Deliê afirma que, neste ano, pretende remanejar as crianças para a mesma instituição. 
 
“Não sei se há esse tipo de cruzamento de informações, mas ajudaria bastante se vissem quando os alunos têm irmãos para que todos ficassem nas mesmas escolas ou em colégios mais próximos. Outra sugestão seria a criação de um aplicativo para as matrículas”, observa.
 

Antecedência

 
Segundo o secretário de Educação, Júlio Gregório Filho, o ideal é que as matrículas sejam feitas o mais brevemente possível. “É muito importante que as famílias procurem realizá-las com antecedência para que não haja congestionamento à medida que o encerramento do prazo se aproxime”, reforça. Ele ressalta que a emissão do CPF dos alunos facilitará não apenas no processo de registro escolar como no de retirada do Passe Livre Estudantil.
 
O cadastro dos estudantes também pode ser feito pelo celular, e a seleção da escola priorizará o endereço informado no ato da matrícula. Apesar disso, após a divulgação dos resultados, os alunos e responsáveis podem tentar vagas remanescentes em outras instituições de ensino.
 
Ainda segundo a subsecretária Cláudia Barreto, caso seja necessário mudar alguma informação, haverá um período específico para correção.


Critérios

Os pais das crianças de 0 a 3 anos precisam cadastrá-las na fila de espera. O atendimento leva em consideração critérios de prioridade, e não a ordem de chegada. As famílias ganham pontuação de acordo com cada um deles. O pai ou responsável que ganha até um salário mínimo, por exemplo, registra 25 pontos, enquanto aquele com rendimento superior a quatro salários tem 10. Outros critérios, como tempo na fila de espera, também são avaliados.
 
 

Procedimentos de matrícula

* Estudantes novos
Site da Secretaria de Educação do Distrito Federal 
Até 31 de outubro
24 horas por dia

Telematrícula (telefone 156, opção 2) 
De 2 a 23 de outubro
De segunda a sexta-feira, das 7h às 21h, e aos sábados, domingos e feriados, das 8h às 18h

PASSO A PASSO PELO SITE

1 - Acesse www.se.df.gov.br
2 - Clique no botão "Acesse", no quadro “Matrículas - Inscrições Abertas”
3 - Leia as instruções sobre as datas e procedimentos de matrícula
4 - Clique no botão "Inscrever"
5 - Uma nova aba será aberta. Leia atentamente as instruções de passo a passo
6 - Clique no botão "Li e aceito. Inscrever", na base da tela
7 - Preencha o CPF, o nome completo (conforme certidão de nascimento) e a data de nascimento do estudante. Em seguida, escreva o código de validação informado e clique em "Busca"
8 - Caso o nome do estudante apareça, selecione-o. Se não aparecer, clique no link "aqui" para dar continuidade à inscrição
9 - Na janela seguinte, preencha o nome da mãe ou do responsável (caso não seja a mãe do aluno)
10 - Informe se a preferência pelo local da unidade escolar é próxima à residência ou ao trabalho do responsável
11 - Informe CEP, endereço, complemento do endereço, ano ou série pretendidos para o ano de 2019 e o sexo do aluno
12 - Preencha um telefone para contato, um e-mail e digite o código de validação apresentado
13 - Clique no botão "Gravar"
14 - Confira todos os dados. A matrícula só será validada se os dados informados estiverem completos e corretos
15 - Anote e guarde o número de protocolo informado. Não será necessário ligar no telefone 156 para confirmar a inscrição. Ela pode ser verificada na página do item 5, no botão "Consulte sua inscrição"
16 - A Secretaria de Educação não enviará nenhum comunicado do resultado dessa inscrição. A data da efetivação de matrícula será divulgada em 20 de dezembro, às 18h. O horário de atendimento para efetivação da matrícula será estipulado por cada unidade escolar
17 - O candidato que não efetivar a matrícula no período estipulado perderá a vaga na unidade escolar contemplada

PASSO A PASSO PELO TELEMATRÍCULA

1 - Ligue no telefone 156
2 - Disque a opção 2
3 - Informe o CPF, nome completo e data de nascimento do candidato. O atendente realizará a inscrição

* Creches (crianças de 0 a 3 anos)

COMO E QUANDO
Telematrícula (telefone 156, opção 2)
Durante todo o ano
De segunda a sexta-feira, das 7h às 19h, e aos sábados, domingos e feriados, das 8h às 18h

PASSO A PASSO
1 - Ligue no telefone 156
2 - Disque a opção 2
3 - Informe o CPF, nome completo e data de nascimento da criança, além da região ou sub-região de preferência e dos critérios de prioridade de atendimento da família (leia CRITÉRIOS)
4 - Para validar a inscrição, é necessário que o responsável legal compareça, em qualquer dia útil do mês, à Unidade de Planejamento (Uniplat) da Coordenação Regional de Ensino indicada no momento da inscrição
5 - Lá, será necessária a apresentação da certidão de nascimento ou documento de identificação da criança com foto, CPF, carteira de identidade e comprovante de residência do responsável legal, além dos documentos que comprovem os critérios de prioridade para atendimento
6 - Após a validação da inscrição, a criança passará a compor o banco de inscritos e será encaminhada conforme lista classificatória disponível no site da Secretaria de Educação
7 – Quando houver vaga disponível, a Uniplat fará a convocação do responsável para que se proceda com a matrícula na creche

* Pessoas com deficiência ou TGD/TEA

COMO E QUANDO

Nas Unidades de Planejamento (Uniplat) das Coordenações Regionais de Ensino de preferência dos responsáveis
De 1º a 11 de outubro
De segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 18h

PASSO A PASSO

1 - Dirija-se à Unidade de Planejamento (Uniplat) da Coordenação Regional de Ensino de preferência
2 - Apresente certidão de nascimento ou documento de identificação com foto, CPF e laudo médico do estudante, além de comprovante de residência do responsável legal
3 - A matrícula será efetivada na própria unidade escolar para a qual o estudante foi encaminhado. O resultado também será divulgado em 20 de dezembro, no site da Secretaria de Educação, e a matrícula deverá ser efetivada na escola contemplada

* Novos estudantes da Educação de Jovens e Adultos (EJA)

COMO E QUANDO

Telematrícula (telefone 156, opção 2)
De 24 ao dia 31 de outubro
De segunda a sexta-feira, das 7h às 21h, e aos sábados, domingos e feriados, das 8h às 18h

PASSO A PASSO

1 - Ligue no telefone 156
2 - Disque a opção 2
3 - Informe o CPF, nome completo, nome da mãe, data de nascimento do estudante e até duas unidades escolares de preferência do candidato. O atendente realizará a inscrição
4 - A Secretaria de Educação não enviará comunicados com o resultado da inscrição. A data de efetivação da matrícula será divulgada em 20 de dezembro, às 18h, e o horário de atendimento será estipulado por cada unidade escolar
5 - O candidato que não efetivar a matrícula no período estipulado perderá a vaga na unidade escolar contemplada 

Publicidade