Conheça as escolas de samba do Grupo Especial do Distrito Federal

Seis agremiações fazem parte do grupo de elite do carnaval de Brasília

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 04/02/2013 08:45 / atualizado em 04/02/2013 09:20

Antônio Cunha/Esp. CB/D.A Press

O Grupo Especial das escolas de samba do Distrito Federal é composto por seis agremiações. Elas disputam o grupo de elite do carnaval de Brasília. Dentre as seis, a Aruc é a grande campeã da cidade. O desfile será na terça-feira (12/2) na Passarela da Alegria, no Eixo Monumental, a partir das 20h. Confira um pouco sobre cada escola abaixo.



Aruc

Fundada em 21 de outubro de 1961 a ARUC é uma das mais antigas entidades culturais do Distrito Federal. É a única escola de samba ainda em atividade a ter participado dos primeiros carnavais de Brasília na década de 60. Já conquistou 31 títulos em 47 desfiles disputados. Em 2013, a escola busca retornar ao primeiro lugar no Grupo Especial ao som do samba enredo "O gavião apaixonado apresenta três formas de amor".



Acadêmicos da Asa Norte

A vencedora do carnaval 2012 foi criada em 15 de fevereiro de 1969. Também é uma das escolas de samba mais tradicionais da capital. Em 2013 tenta manter o primeiro lugar defendendo o samba "Um chorinho bem brasileirinho".



Acadêmicos de Santa Maria

A escola, que foi criada em 19 de dezembro de 1999, participa neste ano do Grupo Especial. Ela conquistou a vaga após vencer a disputa no Grupo de Acesso (segunda divisão) no carnaval 2012.

Leia mais notícias em Carnaval 2013

Mocidade do Gama

Criada em 1985, a escola representa o Gama no Grupo Especial do Carnaval de Brasília. Campeã dos carnavais de 1987 e 2005, a escola tenta levar mais um trófeu ao som do samba enredo de 2013: "Do elemental ao espiritual, energias iluminam o Gama no carnaval".



Águia Imperial de Ceilândia

Criada em 1984 com base na escola de samba carioca Portela, a Águia Imperial de Ceilândia já conquistou o título de campeã quatro vezes no Grupo Especial. A escola também é conhecida por ter uma baterias mais tradicionais, a Bateria Nota Show.

Bola Preta de Sobradinho

Desde 1988 no Grupo Especial, a escola nunca venceu a disputa do Carnaval de Brasília. Em 2013, ela tenta o feito histórico com o samba "Planeta fome. Nasce uma estrela".

 

 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.