Brasília oferece opções para os foliões que vão festejar na cidade

Seja para pular e se perder na multidão atrás dos blocos, seja para assistir da arquibancada à apresentação das escolas e até dar um rolê nos clubes, o folião começa a ter orgulho da folia brasiliense

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 07/02/2013 06:05 / atualizado em 07/02/2013 08:40

Carlos Vieira/CB/D.A Press


Daqui a um dia, blocos de rua, pessoas fantasiadas e muita animação tomarão as ruas e os clubes de Brasília e de outras cidades do DF. A partir de sábado, a programação para quem estiver na capital federal é de muita música e apresentações carnavalescas.


O que não faltam são opções para o carnaval de 2013. O cronograma para os quatro dias de feriado está dividido entre atrações no Gran Folia, na área central de Brasília e na passarela do Samba, que este ano ficará montada no Eixo Monumental, no estacionamento do Ginásio Nilson Nelson. Os clubes também prepararam uma programação variada para os foliões. Tem até evento destinado à criançada.

Surpresa

A publicitária Gisele Queiróz, 27 anos, é uma das amantes dos blocos de Brasília. No ano passado, ela e mais três amigas decidiram curtir o pré-carnaval no desfile do bloco Suvaco da Asa, nas ruas do Cruzeiro e do Sudoeste. E não se decepcionaram. “Nós fomos achando que ia ser um fiasco, mas nos surpreendemos. Foi muito bom, com pessoas bonitas e animadas. Esse ano, fui e curti novamente”, conta. “Gosto mais do carnaval de rua porque acho que é muito importante para a cultura brasileira”, teoriza Gisele, que ainda não definiu a programação para aproveitar os dias de folia ao lado do namorado. “Vou conversar com ele para decidirmos o que vamos fazer e para onde vamos, mas vamos curtir.”

Outro apaixonado pelo carnaval brasiliense é Pedro Sousa Nery, 54 anos. Desde 1986, o morador do Cruzeiro não perde os desfiles de blocos pelas ruas da capital. Para eles, os quatro dias de festa são sagrados. “Vou às ruas todos os dias. Sempre chego cedo e fico até o final”, orgulha-se.

Nascido em Parnaíba (PI), o servidor público pula os quatro dias de festa e acredita que a população de Brasília está aderindo cada vez mais ao evento. “Carnaval significa alegria, descontração, uma verdadeira terapia psicológica. O daqui está melhorando a cada dia e as pessoas estão derrubando a barreira de que Brasília não tem carnaval bom”, afirma Pedro.

Bailes

Além dos blocos de rua, as opções incluem os clubes da cidade. Bailes de máscaras, grupos de samba e atrações voltadas para as crianças são organizadas. Os desfiles das escolas de samba brasilienses também animarão o feriadão, na área externa do Ginásio Nilson Nelson, durante os quatro dias, começando com os blocos de enredo, no sábado; as agremiações do grupo de acesso, no domingo e na segunda; e as do
grupo especial, na terça-feira — Acadêmicos de Santa Maria, Mocidade do Gama, Acadêmicos da Asa Norte, Águia Imperial de Ceilândia, Aruc e Bola Preta de Sobradinho.

A Secretaria de Cultura do DF acredita que cerca de 40 mil pessoas passarão pela Passarela do Samba nos quatro dias de carnaval. A capacidade diária da arquibancada é de 7,5 mil pessoas. Já no Gran Folia, destino de todos os oito blocos, a expectativa é de reunir 250 mil foliões por dia.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.