Perto do carnaval, PBH anuncia R$310 mil para blocos e escolas de samba

Agremiações chegaram a dizer que a festa de 2013 estava ameaçada. Desfiles serão realizados no Centro da capital entre os dias 8 e 11

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 07/02/2013 11:01

Maria Tereza Correia/EM/D.A Press

Após protestos dos representantes de blocos caricatos e escolas de samba de Belo Horizonte, o prefeito Marcio Lacerda anunciou nesta quarta-feira, na sede da Prefeitura, que os blocos caricatos e as escolas de samba da capital vão receber R$ 310 mil, o que representa um aumento de mais de 50% em relação ao ano passado.



De acordo com a PBH, em 2012, o investimento da administração municipal foi de R$ 200 mil. Com o aumento, as escolas de samba do Grupo A, que receberam R$ 25 mil em 2012, receberão R$ 37,5 mil neste ano. Durante o anúncio, o prefeito recebeu a Corte Momesca do Carnaval de 2013 na capital e entregou a chave da cidade ao rei momo Léo de Jesus, à rainha Graziela Lizânia e à princesa, Mariene Luiza Lopes.

O presidente da Belotur, Mauro Werkema, acompanhou a solenidade. O Carnaval de BH 2013 conta com seis escolas de samba e oito blocos caricatos que irão desfilar entre sexta e segunda, dias 8 e 11, na Estação do Samba, no Centro.

Recursos

Nesta terça-feira, o presidente da Associação Samba 10, Carlos Novais; e o diretor da Associação dos Blocos Carnavalescos de BH, Jairo Alves Pereira, afirmaram que os desfiles estavam ameaçados, porque as agremiações estão endividadas. Os representantes alegam que, no ano passado, os recursos do patrocínio da Cemig foram destinados às agremiações carnavalescas. Neste ano, seriam aplicados na infraestrutura do evento.

De acordo com a assessoria da Belotur, o repasse financeiro aos blocos que se inscreveram no Carnaval BH 2013 está sendo feito, com dinheiro do município. Ainda de acordo com a Belotur, o recurso a ser recebido pela Cemig, conforme determinação da empresa, é destinado à infraestrutra da Estação do Samba.

Em nota, a Companhia Energética de Minas Gerais informou que o apoio concedido ao carnaval de Belo Horizonte foi depositado na conta da Belotur na última segunda-feira, 4. De acordo com a Cemig, os recursos estariam à disposição do órgão a partir desta quarta-feira, 6.

Nos anos anteriores, segundo a empresa de energia elétrica, as quantias eram encaminhadas diretamente ás escolas e blocos. A nota da Cemig ressalta que a decisão de usar a Belotur como intermediária para o repasse foi tomada por falhas na prestação de contas dos beneficiados em outras ocasiões.

Desfiles


O desfile das Escolas de Samba acontece no dia 11, segunda-feira, na Avenida dos Andradas, com a participação da Acadêmicos de Venda Nova, Canto da Alvorada, Cidade Jardim e Estrela do Vale no Grupo Principal. As estreantes Imperavi de Ouros e Força Real desfilam no Grupo de Acesso.

No dia 10, sábado, haverá o desfile dos oito blocos caricatos: Academia do Samba Por Acaso, Acadêmicos de Vila Estrela, Aflitos do Anchieta, Bacharéis do Samba, Corsários do Samba, Infiltrados de Santa Tereza, Inocentes de Santa Tereza e Mulatos do Samba.

Para assistir aos desfiles, os interessados poderão retirar, gratuitamente, os ingressos até amanhã, quinta-feira, das 9h às 17h, nas nove sedes das Administrações Regionais do município. Também serão distribuídos ingressos no Posto de Informação Turística da Belotur (Rua Pernambuco, 282 – Funcionários), no Mercado das Flores (Avenida Afonso Pena, 1055 – Centro), e no Shopping Caetés (Avenida Santos Dumont, 477 – Centro). Cada pessoa terá direito a cinco ingressos para cada dia.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.